Sensibilidade nos dentes: como prevenir e tratar esse proble

DICAS

Sensibilidade nos dentes: como prevenir e tratar esse problema que gera muito mal estar?

Date August 3, 2018 13:37

A cena é muito comum: a hora de tomar aquele sorvete delicioso ou aquela sopa quentinha é um sofrimento porque assim que bate no dente é uma dor aguda que chega a latejar.

É a chamada hipersensibilidade nos dentes, que é um problema mais comum do que se imagina, afetando uma a cada quatro pessoas no Brasil.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Efeito Sanfona! Entenda os perigos para a saúde para quem vive num "vai e vem" da balança

Isso geralmente acontece quando o esmalte, que é a camada protetora da parte mais interna do dente chamada de dentina e que tem inervação, está desgastado e sem essa proteção, os dentes ficam mais sensíveis, gerando o processo de dor com temperaturas mais extremas.

Se identificada a tempo, essa sensibilidade pode ser prevenida e tratada. A melhor forma é passar por uma avaliação com um dentista para identificar quais as causas, que podem ser por causa de retração da gengiva (quando ela vai diminuindo deixando a parte da raiz exposta), escovação com muita força, bruxismo, dentes lascados ou contato com itens muito abrasivos como clareamento, alimentos ácidos ou com temperatura muito quente ou fria.

O dentista pode auxiliar no melhor tratamento e recomendar uma placa de mordida para o caso de bruxismo, além de cuidados e tratamentos para outros fatores.

As dicas para prevenir essa sensibilidade nos dentes incluem: manter uma boa higiene, usando escovas com cabeças pequenas e cerdas ultra macias sem apertar na escovação; evitar exagerar em bebidas e comidas ácidas e em temperaturas extremas, além de adotar cremes dentais e enxaguatórios com flúor e específicos para dentes sensíveis.

Com alguns cuidados e visitas periódicas ao dentista é possível voltar a saborear seu sorvete preferido ou sua sopa no inverno sem sofrimento.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Magro de ruindade! Entenda por que algumas pessoas comem muito e não engordam


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.