Blush bomb: será que essa moda de exagerar na cor das bochechas pega?

Você já ouviu falar em blush bomb? Essa, aparentemente, é a mais nova tendência das passarelas e que vem ganhando força já aqui pelas terras brasileiras. A técnica passa longe do make sutil e natural e consiste em aplicar destacadamente a maquiagem nas bochechas e se espalhando até as têmporas. A moda promete dar muita cor ao visual de todos os adeptos!


A técnica ainda não tem lá muitos apoiadores, por ser considerada inovadora e exagerada. Mas para a maquiadora Carolina Bicudo, maquiagem tem que ser vista como sinônimo de diversão e qualquer tendência que assumir esse compromisso pode virar moda sim. 


A maquiadora explica que a técnica não tem muitas regras e que a imperfeição é, sim, muito bem-vinda. O erro só será considerado realmente quando o resultado não sair como a pessoa queria, mas ainda assim isso não quer dizer que seja errado. Nesses casos, para se jogar de vez na tendência da moda, a maquiagem deve ser vista não como algo cheio de regras, e sim como diversão.

 

Uma publicação compartilhada por karity (@karity) em


Você pode concentrar a maquiagem nas bochechas ou ir subindo para as têmporas, dependendo de onde você quer concentrar as cores. Não há restrições e tudo vai depender do que a pessoa quer. Mas se a pessoa ainda não quer arriscar e se jogar com muita força na tendência, algumas dicas são necessárias. Caso o produto seja em pó, devem ser aplicadas mais camadas com o pincel flat para conseguir o efeito da cor mais concentrada. Se for um produto cremoso, utilize os dedos e pressione o produto no local onde você quer mais pigmento.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 7 mitos sobre a maquiagem que as mulheres devem saber


O blush bomb também já foi associado à ideia de um retorno à juventude, valorizando as bochechas coradas características das adolescentes. Alguns profissionais da moda indicam o exagero como muito bem vindo nessa prática, carregado de cores e acessórios que se encaixam mais na vida adulta. Porém, longe de ter um padrão definido, o aspecto juvenil também pode ser um aliado, investindo-se em tons mais rosados e discretos.


A profissional confessa que o medo do que foge ao padrão pode ser um forte obstáculo para que essa moda pegue de verdade. Porém, existem maneiras mais suaves e discretas para que aqueles que ainda têm medo de ousar possam passar pela fase de transição e se jogarem de vez à tendência do momento. A dica que ela dá é recriar os makes do blush bomb de maneira mais suave e da forma que mais agrade.


Os profissionais da moda também indicam que a dosagem de cada cor vai depender muito do efeito desejado por quem usa. Algumas pessoas podem tomar o uso exagerado da maquiagem como algo carnavalesco ou, no mínimo, chamativo. Por isso, a dica é saber dosar e conhecer qual é o limite mais adequado para cada formato de rosto. Carol indica, por exemplo, para as peles negras, os tons corais e berries.


Para os amantes da moda e para quem vive nesse mundo, o blush bomb não tem restrição de hora nem lugar. Se a pessoa se sentir à vontade de usar o blush bom para ir à academia, por que isso seria proibido? Usar em locais mais formais também é permitido, se você quiser. A tendência tem muita relação com a confiança em si mesma e com o amor próprio. Não existe certo ou errado. Errar pode ser o certo e acertar pode ser errado.


A verdadeira essência do blush bomb é ousar! Mesmo com algumas dicas para os mais receosos, o ideal mesmo é se jogar na experiência e não ter medo de errado, pois aqui não existe isso! Tem tudo a ver com ganhar confiança em si mesmo, e esse pode ser considerado um dos principais motivadores do surgimento dessa tendência: "Independente de qual tendência a pessoa quer seguir, se sentir confortável na própria pele e, assim, naturalmente essa ideia de segurar o estilo vira uma consequência do 'self love' (amor próprio)", acredita a maquiadora Carol.
E aí, quem está pronto para se jogar na tendência do amor próprio?

Fonte: Purepeople, Ines Beauty, MSN

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Missão verão: como manter a maquiagem na estação mais quente do ano