Calvície feminina: O que você pode fazer para seu cabelo p

DICAS

Calvície feminina: O que você pode fazer para seu cabelo parar de cair?

Date July 19, 2018 19:45

Não é fácil para uma mulher pentear seus cabelo e ver sua escova lotada de fios ou lavar o cabelo e ver os fios irem embora ralo abaixo.Quem nunca sofreu ao acordar e ver seu travesseiro todo cheio de fios?

L Julia / Shutterstock

A calvície atinge homens e mulheres de forma igual, só que em sua forma feminina, o problema surge de maneira menos grave e mais difusa. No entanto, as madeixas longas são mais desejáveis quando o indivíduo é uma mulher, e as pressões estéticas da sociedade são mais duras com aquelas que apresentam alguma falha nos fios. Por isso a falta de cabelo acaba sendo algo muito angustiante para as mulheres, podendo levá-las até mesmo a depressão.

Possíveis causas

Adam Gregor / Shutterstock

Alopécia é o nome que se dá pra esse fenômeno de queda excessiva dos fios. São várias as causas para que isso ocorra:

“O problema pode ocorrer devido à falta de nutrientes, como o ferro e zinco, complicações da tireoide e até uma alimentação muito restrita”, esclarece o médico, professor de tricologia Adriano Almeida, que também dirige a Sociedade Brasileira de Cabelo (SBC).

O stress é outro fator que pode levar a queda de fios, explica o cirurgião plástico Mauro Speranzinie, que é presidente da Associação Brasileira da Cirurgia de Restauração Capilar (ABCRC). Neste caso, é denominado eflúvio telógeno e geralmente está relacionado com predisposições hormonais. Alterações nos hormônios dos ovários tireoide, doenças autoimunes e dermatológicas devem ser analisadas da mesma formo como possíveis responsáveis. Apendicite e até infecções na garganta podem levar a perda de cabelo.

Quais os tratamentos disponíveis?

Africa Studio / Shutterstock

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Truque para dar volume aos cabelos finos

Os tratamentos são diversos. Vão desde aplicações de xampus, loções e pomadas à suplementação vitamínica.A substancia finasterida é muito utilizado no combate a calvície masculina, mas é contra indicado para mulheres em idade fértil, porque pode trazer complicações à gravidez, gerando má formação no feto.

Africa Studio / Shutterstock

Androgenética é a forma mais grave da alopecia, que provoca uma calvície mais acentuada. Ela é a causa mais recorrente da calvície e tem origem genética. E, por isso, os tratamentos comuns dificilmente geram algum efeito satisfatório, e o paciente é orientado a passar por transplante ou usar próteses.

O processo de colocação de próteses se constitui em um método não-invasivo. Podem ser inseridos de forma parcial ou total. Algumas opções necessitam que a região seja raspada, pois serão coladas no couro cabeludo. A manutenção precisa ser frequente e é preciso muitos cuidados na lavagem.

O FUT (follicular unit transplantation) é um transplante que retira uma faixa do couro do próprio paciente para inserir na área afetada, um procedimento que é feito raiz por raiz. Os fios podem cair, mas eles voltam a crescer de novo. A cirurgia precisa de anestesia, e deixa uma cicatriz que volta a ser coberta pelos fios.

Sofia Zhuravetc / Shutterstock.com

O FUE (follicular unit extraction) é um transplante muito semelhante ao FUT, com a diferença que no FUE, a parte onde as raízes serão retiradas precisará ser raspada. Também se faz necessária a sedação do paciente.

via GIPHY

Hairstetics é uma novidade desenvolvida em Israel que veio como solução para aqueles pacientes que não possuem uma área de doação de fios suficientes para se realizar o transplante. Ao invés de fios naturais são implantados fios de náilon muito semelhantes ao cabelo já existente. A anestesia é apenas local e a pessoa já tem alta uma hora após o procedimento. Pode ocorrer rejeição do organismo pelos fios artificiais, lembrando que eles não voltam a crescer, por isso irão sempre precisar de manutenção.

Diagnóstico certo

Qualquer tratamento deve ser indicado pelo médico dermatologista. A avaliação hormonal e realização de exames podem ser fundamentais para o diagnóstico do especialista. Fique atento caso notar um afinamento dos fios a ponto de deixar visível o couro cabeludo ou uma queda fora do comum de seus cabelos, pois podem ser sinais de outra patologia. O mais importante é não dar ouvidos para soluções milagrosas e seguir sempre as orientações médicas.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 5 dicas naturais para cuidar dos cabelos


Este artigo é destinado apenas a fins informativos. Antes de usar qualquer uma destas informações, consulte um especialista devidamente habilitado. O uso das informações descritas acima pode ser prejudicial para a saúde. O conselho editorial não garante resultados e não assume qualquer responsabilidade por danos ou outras consequências que possam resultar do uso da informação fornecida acima.