Sem ninguém em casa, esse avô fez o parto da própria neta com uma ajuda muito especial

Não raro, nos deparamos com casos de partos que ocorrem dentro de casa e, muitas vezes, são feitos por parentes ou amigos e até pela própria gestante. Isso ocorre normalmente porque quando as contrações se intensificam, não dá mais tempo de ir para o hospital ou até de esperar pela emergência. 

E foi exatamente isso que aconteceu em São Paulo, com um senhor que acabou realizando o parto da filha. Só que, na hora do desespero, Osvaldo Nascimento acabou não ligando para a emergência, entrou em contato mesmo foi com a polícia e um cabo de plantão foi quem o ajudou com instruções para a criança nascer. 

Com muita calma e tranquilidade, o Cabo Cortez primeiro pergunta ao homem qual o intervalo das contrações. A partir daí, ele pede calma ao pai da gestante e explica o passo a passo para garantir a segurança da mulher e do bebê. 

Uma vizinha ajudava no parto e foi ela quem segurou o bebê quando nasceu. "Pega uma toalha e dá para a sua vizinha. O bebê escorrega e não podemos correr o risco dele cair no chão", explica o PM. 

Outra preocupação do policial é verificar se o cordão umbilical não está envolvendo o pescoço da criança. Por isso, ele pede que o avô cheque isso antes de prosseguir com o parto. "Fica comigo, não desliga, não", pede. 

A ligação só chega ao fim depois que a criança nasce e começa a chorar. A ação é rapidamente comemorada pelo militar. "Chorou, chorou! Joia!", alegra-se. 

Ao todo, foram cerca de cinco minutos ao telefone. O resgate chegou em seguida e tanto a gestante quanto o bebê foram encaminhados para um hospital, onde passaram por atendimento.

A criança nasceu com 3,5 quilos e passa bem! 

Fonte: G1

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Parto em casa: quem pode fazer, riscos e cuidados necessários

Recomendamos