A Justiça foi feita! Após risco de sair do ar por briga judicial, Globo inclui alunos na autoria de “O Sétimo Guardião”

A estreia da nova novela das nove O Sétimo Guardião, na segunda-feira (12), gerou impacto positivo no público.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Aguinaldo Silva (@aguinaldofsilva) em

O que pouca gente sabe é que nos bastidores, antes mesmo de ir ao ar, a produção e o autor Aguinaldo Silva enfrentaram um belo de um “abacaxi” e quase que o folhetim teve sua transmissão vetada.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por O Sétimo Guardião 📺 (@osetimoguuardiao) em

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O tempo fechou na Rede Globo! Denúncia, briga judicial por direitos autorais e atores barrados marcam a nova novela “O Sétimo Guardião”

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Aguinaldo Silva (@aguinaldofsilva) em

A obra virou pivô de briga judicial após denúncia de que a trama teria sido elaborada por alunos do curso de roteiro Master Class III, realizado por Aguinaldo Silva. A ação partiu do escritor Silvio Cerceau, que pedia o reconhecimento do primeiro capítulo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por O Sétimo Guardião 📺 (@osetimoguuardiao) em

A polêmica envolveu muita discussão e até risco de cancelamento da produção e transmissão da novela e a Globo decidiu incluir os nomes dos outros escritores que alegaram ter participação na elaboração, conforme comunicado: “A TV Globo informa que concederá os créditos aos mencionados alunos quando da exibição de 'O Sétimo Guardião' na grade de programação desta emissora”, esclareceu.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por O Sétimo Guardião 📺 (@osetimoguuardiao) em

O escritor Cerceau comemorou como uma pequena vitória: “Acho que a Justiça começa a ser feita”.

Enquanto isso, o premiado autor Aguinaldo Silva disse ter acatado a decisão: “A novela não é minha, é da Rede Globo. Quem decide o que vai ou não sair nos créditos é a Globo e eu acatarei o que a emissora decidir”, esclareceu.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Eu e León, na fonte, gravando para o Fantástico. Vejam neste domingo. O gato que será o mais famoso do Brasil, e o seu criador.

Uma publicação compartilhada por Aguinaldo Silva (@aguinaldofsilva) em

Ao mesmo tempo, Aguinaldo reconheceu também ter entrado com processo contra Cerceau por quebra de confidencialidade e danos morais e a indenização gira em R$300 mil, de acordo com o site TV e Famosos.

Até o final da novela, essa polêmica promete render bons capítulos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: “O Sétimo Guardião” na justiça! Aguinaldo Silva é acusado de não ser o criador da nova novela das 9