Em busca de água, moradores de rua de São Paulo enfrentam

NOTÍCIAS

Em busca de água, moradores de rua de São Paulo enfrentam o preconceito e o descaso

Date August 21, 2018 14:25

Assim como o motor de um carro, o corpo humano possui “engrenagens” que trabalham em sincronia. Os carros precisam de combustível e lubrificante, as pessoas precisam de comida e água. Assim nós garantimos a saúde do nosso “motor”.

BBC News Brasil / Facebook.com

Durante uma semana, o site BBC News Brasil acompanhou o drama de quem vive nas ruas da maior cidade brasileira e não precisa pedir água diariamente para sobreviver. Os entrevistados revelam o preconceito e o descaso contra os moradores de rua.

São Paulo possui mais de 12 milhões de habitantes. Mas a capital econômica do país também carrega números negativos. São quase 25 mil pessoas vivendo nas ruas da cidade.

BBC News Brasil / Facebook.com

Maria Elisabete da Silva é uma destas pessoas. Aos 31 anos, ela vive embaixo do viaduto Santa Ifigênia com sua irmã, dois filhos e 7 sobrinhos.

BBC News Brasil / Facebook.com

Ela conta que recebe ajuda de um comerciante local para conseguir a água necessária, mas esta não é a realidade da maioria dos moradores de rua da região central. As duas mulheres já chegaram a armazenar água da chuva, usando a lona da barraca, para poderem ter o mínimo de água.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Na Inglaterra, um ônibus viraria sucata, mas se transformou em um abrigo para moradores de rua

“O que custa para um governo colocar bebedouros nesta cidade? Existe um descaso total do poder público”, disse Kaká Ferreira, fundador da ONG Anjos da Noite, que leva comida aos moradores de rua.

BBC News Brasil / Facebook.com

Assim como as duas mulheres que vivem com 9 crianças em uma barraca, outros entrevistados contaram como é difícil conseguir um pouco de água pelas ruas de São Paulo.

Além do descaso das autoridades, que não providenciam um sistema de abastecimento público, eles também sofrem com o preconceito das pessoas.

BBC News Brasil / Facebook.com

Enquanto a solução parece distante, o problema continua. Assim como um motor sem combustível, o corpo humano não resiste por muito tempo sem água.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Agência de Publicidade arrasa na Campanha de Inverno: as estrelas são os moradores de rua