Os homens também são vítimas da violência doméstica: ve

NOTÍCIAS

Os homens também são vítimas da violência doméstica: veja dados e um caso emblemático

Date April 23, 2018 14:13

Estamos em um momento em que as pessoas não aguentam mais tanta violência e intolerância. Em todo o mundo, movimentos em defesa dos direitos humanos ganham força. Os dados de violência contra a mulher são alarmantes e é preciso combater esse tipo de atitude com todas as forças. Mas a agressão contra as mulheres não é o único tipo registrado no mundo. Um caso ocorrido com um jovem britânico mostrou que esse tipo de atrocidade também pode acontecer com os homens.

Photographee.eu / Shutterstock.com

O caso aconteceu no Reino Unido. Alex Skeel, um jovem de 22 anos, sofreu agressões de sua namorada durante 4 anos. A jovem foi presa e condenada a passar sete anos e meio na cadeia por ter cometido torturas físicas e psicológicas contra o namorado. Jordan Worth, também de 22 anos, se declarou culpada de todas as acusações.

O casal se conheceu aos 16 anos. Desde o início do namoro Jordan dava sinais de seu comportamento agressivo. Muito controladora, a jovem impedia Alex de ver os amigos ou familiares. Depois de algum tempo de relacionamento, ela controlava a conta dele no Facebook.

Vinicius Tupinamba / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Após agressão sofrida pelo marido, Renata Banhara teve plano de saúde cortado e corre risco de ficar cega

A lista de agressões sofridas pelo jovem inclui socos, objetos arremessados e situações até mais graves. Em um dos episódios, a namorada jogou água fervendo no jovem enquanto ele dormia. Um caso de tortura psicológica aconteceu quando Jordan simulou uma mensagem da família do rapaz, dizendo que seu avô havia morrido. Ela então viu o sofrimento do rapaz pela perda do ente durante duas horas, até que revelou que a mensagem não era verdadeira. A jovem ainda o humilhou por ele se importar tanto com a família.

Marina Tatarenko / Shutterstock.com

Os abusos só foram contidos no ano passado. A polícia já havia ido diversas vezes à casa do casal, por conta de denúncias dos vizinhos. Alex sempre alegava que os ferimentos que tinha eram causados por acidente e que ele mesmo havia se ferido. Em uma das ocorrências, o policial levou o rapaz até o carro. Ele pediu que Alex sentasse no banco traseiro da viatura e disse que ele não sairia dali até contar a verdade sobre os fatos.

Photographee.eu / Shutterstock.com

Nesse dia, o jovem se sentiu seguro por não ter ninguém por perto e resolveu contar tudo para o policial. Ele foi levado ao hospital, onde foram identificadas inúmeras marcas de queimaduras e ferimentos em todo o corpo. Algumas queimaduras haviam sido tratadas em casa, pois Jordan não deixava o namorado procurar um hospital.

O jovem disse em entrevista que sentia muito medo. "Eu não tinha como entrar em contato com ninguém e, mesmo se tivesse, achava que ela ia me matar”, disse o jovem, que teve todos os celulares quebrados pela namorada.

Depois do acontecido, Alex passou por diversas cirurgias para reparar os danos causados. “Você recupera sua humanidade quando consegue colocar para fora”, disse o jovem.

O número de agressões sofridas por homens é infinitamente menor do que os casos registrados contra mulheres em todo o mundo. Mas existem pesquisas que apontam um crescimento anual nos casos contra os homens. O Conselho geral de Poder Judicial espanhol apontou um crescimento nos casos de mortes de homens causadas por suas parceiras no país desde 2009. Já uma pesquisa realizada em 2010 na cidade de Washington (Estados Unidos) indicava que em 30% dos casos de agressão doméstica, os homens alegavam algum abuso.

Seja contra homens, mulheres, crianças, por motivos religiosos, por gênero ou qualquer outra razão, a sociedade não aceita mais nenhum tipo de violência.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Após ser acusado de agressão, cantor Victor Chaves reata com ex-mulher