9 dicas simples para construir uma ótima relação com sua filha

FAMÍLIA & CRIANÇAS

9 dicas simples para construir uma ótima relação com sua filha

Date December 19, 2017 12:31

As mães de meninas têm muito a fazer. Elas precisam educar suas filhas a se comportar nesse mundo cercado de problemas e, ao mesmo tempo, precisam se tornar um exemplo a ser seguido, um elo, uma amiga para toda a vida. Para isso, você precisará construir uma excelente relação de confiança, e fazer isso nem sempre é fácil!

A comunicação entre mãe e filha não é algo pronto, e é muito fácil de ser destruído acidentalmente por uma palavra ou reação. Entre mãe e filha, podem acontecer muitas coisas!

Seguem 9 informações importantes que toda mãe deve saber:

1. Eduque sua filha dando o exemplo

VGstockstudio / Shutterstock.com

As mães são as melhores professoras de suas filhas! Mas não se esqueça de que as crianças aprendem muito mais rápido o que fazemos do que aquilo que falamos.

Sendo assim, se você for forte e independente, há grandes chances de que sua filha cresça exatamente da mesma forma!

2. Escute com atenção o que sua filha tem a dizer

As mulheres são comunicadoras por natureza e precisam ser ouvidas. Sua filha não é exceção! Encontre tempo para conversar com ela sobre os assuntos que estejam lhe preocupando e que sejam do interesse dela.

E, o mais importante, aprenda a escutar (não a interrompa!) o que sua filha tem a dizer! Isso ajudará você a saber muitas coisas importantes sobre ela. Faça perguntas claras e depois tenha muita atenção nas respostas!

3. Saiba do que ela gosta e aprenda a gostar do mesmo

O que encanta a sua filha? Dança? Esporte? Música? Talvez ela realmente goste e entenda bem de moda?

Independentemente de qual seja a paixão dela, aprenda sobre o assunto. Por exemplo, caso mãe e filha gostem de um mesmo local, loja ou ponto turístico, a visita se tornará um verdadeiro evento familiar e uma excelente forma de passar o tempo juntas.

4. Elogie sua filha não só pela beleza

Deixe sua filha entender que a autoestima de uma pessoas depende não apenas da aparência externa. Fale com frequência que ela é uma pessoa boa, inteligente e bem-humorada. Elogie-a pelas qualidades que não se apagarão com o tempo.

5. Não reaja aos inúmeros "dramas"

Controle suas reações quando sua filha lhe contar seus segredos íntimos. É bem provável que, quando ela começar a contar algo dramático, você reaja, por instinto materno, para tentar defendê-la.

Isso pode fazer com que da próxima vez sua filha tenha mais dificuldades para contar as coisas, com medo de desagradá-la ou ofendê-la por ser algo errado. O melhor é fazer perguntas despretensiosas. Não se esqueça de elogiar sua filha pelas coisas certas que ela faz.

6. Ensine a ela aquilo que você sabe fazer

VGstockstudio / Shutterstock.com

Sua vida pode parecer o modelo ideal para a sua filha quando criança, mas, ao mesmo tempo, ser contrário aos sonhos dela na idade adulta. E não estamos falando sobre lavar a louça ou dobrar as roupas (embora você deva ensinar isso a ela enquanto vocês morarem juntas). No entanto, o mais importante e necessário é que ela aprenda valores importantes como a perseverança, a autoconfiança e a integridade.

7. Incentive e apoie o relacionamento dela com o pai

A sua filha precisa de você, da figura da mãe, mas também precisa saber que o pai a ama. Só assim ela não se jogará nos braços do primeiro homem que disser a ela alguma palavra de afeto.

8. Demonstre interesse pelos relacionamentos de sua filha

VGstockstudio / Shutterstock.com

Não é segredo para ninguém que as garotas podem ser terríveis, ciumentas e concorrerem abertamente por uma amizade.  Por isso, é importante mostrar para sua filha como são as relações saudáveis entre amigas. Mostre como você se comunica com suas amigas, como deve ser construída uma boa relação.

O mesmo se aplica em relação aos homens, ao marido; mostre a ela como é um casamento na vida real.

9. Ensine sua filha a se maquiar!

Sua filha vai se interessar por maquiagem vendo você se maquiar! É claro que com o tempo essas "aulas" se tornarão menos frequentes e interessantes para ela, mas isso pode ser um processo agradável e uma fonte de diversão para mãe e filha!

Ótimos conselhos! Agora é esperar pelas recomendações sobre como educar o filho!