7 erros na educação que atrapalham seu filho a desenvolver

FAMÍLIA & CRIANÇAS

7 erros na educação que atrapalham seu filho a desenvolver características de liderança

Date January 30, 2018 22:57

Os pais gastam muito tempo e energia para tentar dar a seus filhos o melhor possível. Infelizmente, amor e cuidados excessivos muitas vezes dificultam o desenvolvimento da independência, da responsabilidade e das habilidades de liderança nas crianças.

Sofi photo / Shutterstock.com

O problema em questão foi estudado em detalhes por Tim Elmore, especialista em liderança e autor de inúmeros best-sellers sobre educação. Atualmente, Tim, fundador e presidente da organização sem fins lucrativos Growing Leaders, ajuda crianças e adolescentes a desenvolver habilidades de liderança.

Tim Elmore nos contou quais são os 7 erros cometidos pelos pais que impedem que as crianças se tornem líderes e tenham sucesso na idade adulta.

1. Pais que não deixam que seus filhos se arrisquem

No mundo moderno, os perigos nos esperam literalmente a cada passo. Com medo de ameaças ao bem-estar de seus filhos, os pais costumam fazer todo o possível para protegê-los. Afinal, isso faz parte do papel deles. No entanto, um cuidado excessivo pode causar um efeito negativo.

Os psicólogos europeus descobriram que as crianças que não podem correr na rua, que não esfolam os joelhos e que ficam protegidas contra todos os perigos muitas vezes desenvolvem fobias à medida que crescem. As crianças devem entender que errar é normal. Os adolescentes precisam conhecer o primeiro amor e a amargura do rompimento a fim de alcançar a maturidade emocional necessária para um relacionamento sério.

Quando os pais protegem demais seus filhos de eventuais erros, eles estão criando nas crianças uma arrogância e baixa autoestima.

2. Pais que sempre correm para ajudar

A geração de hoje não possui muitas das habilidades que as crianças tinham há 30 anos. Tudo isso porque os pais sempre estão por perto para ajudar a criança e resolver todos os problemas. Como resultado, a criança não aprende a tomar decisões de forma independente nem a procurar uma saída para situações difíceis. Ela se acostuma com o fato de que os pais sempre virão lhe socorrer. Elas pensam assim: "Se algo der errado, os adultos consertarão tudo e resolverão as consequências de meus erros". No entanto, no mundo real, esse esquema não funciona, então essas crianças crescem completamente despreparadas e desprovidas de habilidades.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: História comovente de garoto que saiu do lixão e foi para Havard vira filme

3. Pais muito entusiasmados com seus filhos

Muitos pais constantemente elogiam seus filhos e dizem que eles são os mais inteligentes e bonitos do mundo. Ao agir assim, os pais pensam que estão ajudando as crianças a se sentir especiais e a desenvolver a autoestima. No entanto, esse comportamento geralmente tem um efeito oposto. Eventualmente, a criança começa a notar que os únicos que a consideram talentosa são a mãe e o pai. Como resultado, ela começa a duvidar da sinceridade das palavras de seus pais.

Quando os pais elogiam demais seus filhos e fecham os olhos para o mau comportamento deles, as crianças aprendem a trapacear, mentir e exagerar para evitar a dura realidade. Eles simplesmente não foram ensinados a superar as dificuldades.

4. O sentimento de culpa atrapalha os pais na educação dos filhos

Maria Symchych / Shutterstock.com

As crianças esquecem rapidamente qualquer ofensa, mas será muito mais difícil para elas lidar com as consequências de serem mimadas. Não tenha medo de dizer “não” para que elas aprendam a valorizar e lutar pelo que é realmente importante.

Via de regra, os pais dão às crianças o que elas querem, como uma espécie de recompensa. Quando há várias crianças na família, parece injusto elogiar uma criança e, ao mesmo tempo, ignorar a outra. Para não se sentir culpado, os pais elogiam as duas. No entanto, esse padrão de comportamento está em desacordo com a vida real. Como resultado, as crianças não entendem que seu sucesso depende diretamente de suas ações.

Não acostume a criança a esperar presentes após cada elogio. Dessa forma, ele não terá amor incondicional nem motivação interna.

5. Pais que não compartilham seus erros com as crianças

Todas as crianças mais cedo ou mais tarde desejam "bater suas asas" e deixar o ninho. Os pais não podem interferir, mas isso não significa que eles não possam compartilhar suas experiências. Conte para seus filhos sobre os erros cometidos na época que você tinha a idade deles. Ao mesmo tempo, tente evitar uma interminável moralização sobre os perigos do fumo e do álcool.

As crianças devem estar mentalmente preparadas para possíveis falhas e para as consequências de decisões e ações erradas. Diga a elas o que você sentiu quando passou por situações difíceis e quais foram as lições que você aprendeu com essa experiência.

6. Pais que confundem habilidades e talentos com amadurecimento

Os pais muitas vezes consideram equivocadamente as habilidades de uma criança como um indicador de maturidade. Eles pensam que uma criança inteligente está pronta para a vida real, mas nem sempre é esse o caso. Por exemplo, alguns atletas profissionais e estrelas em ascensão de Hollywood dispõem de um enorme talento, mas com frequência vão parar na mídia por serem protagonistas de escândalos públicos.

Se uma criança demonstra alguma habilidade, nem sempre isso significa que ela é talentosa em tudo e nem que esteja pronta para uma vida independente.

7. Pais que não dão exemplos aos seus filhos

tarasenko16 / Depositphotos.com

Os pais devem ser modelos do comportamento que eles exigem de seus filhos. Mostre-lhes que eles devem responder por suas palavras, por exemplo. Não minta, porque as crianças percebem até uma mentira inocente. Um comportamento honesto dos pais vai influenciar igualmente no referencial do seu filho.

Seja responsável e ajude as pessoas, pois seu filho se lembrará disso e fará o mesmo.

Por que os pais cometem tais equívocos?

Tim Elmore acredita que os pais cercam seus filhos com um amor excessivo por medo. Além disso, muitos simplesmente não percebem o quão importante é o papel dos pais na educação dos filhos. Da mesma forma, eles tentam dar às crianças o que eles não puderam ter na infância. É por isso que muitos pais modernos vivem o hoje e não pensam no futuro, enquanto seus pais, agora avós, estavam preocupados apenas com o amanhã. Eles fizeram poupança, procuraram gastar o mínimo possível e estavam se preparando para a aposentadoria.

Os melhores resultados na educação dos filhos são obtidos pelos pais que sabem não apenas pensar no futuro, mas também sabem curtir o presente.

Como desenvolver características de liderança nas crianças?

  1. Conte para seus filhos sobre questões da vida adulta que você queria saber quando era pequeno.
  2. Deixe que seus filhos sofram fracassos.
  3. Converse com eles sobre possíveis consequências de alguns erros para que eles possam desenvolver senso de responsabilidade.
  4. Ajude-os a definir quais características e habilidades são necessárias para solucionar problemas da vida real.
  5. Ocupe seu filho com coisas que exijam paciência, para que ele aprenda a esperar.
  6. Explique para seu filho que a vida é feita de compromissos e escolhas. Não há nenhuma chance de se conseguir tudo da vida.
  7. Faça com que seu filho tenha tarefas de adultos; por exemplo, pagar contas.
  8. Ponha seus filhos em contato com crianças do seu círculo de amigos.
  9. Ajude-os a traçar seus objetivos de vida e depois discuta maneiras de alcançá-los.
  10. Incentive seu filho para que ele tenha independência e responsabilidade.

E você, como educa os seus filhos? Como você tenta desenvolver neles características de liderança?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Cientistas apontam que cada medo em específico pode revelar a personalidade das pessoas


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.