Pensando em tirar aquelas férias e viajar para perto do mar? É bom conhecer os tubarões mais perigosos e os lugares onde eles vivem!

Animais

August 31, 2018 16:25 By Fabiosa

Tubarões vivem pelo mundo todo. Há mais de 360 espécies. Entretanto, não é necessário se assustar, já que apenas 4 delas são perigosas. Mergulhadores experientes e fotógrafos podem facilmente encontrar uma linguagem comum com eles. Contudo, você ainda precisa saber sobre o perigo de um possível ataque e medidas de precaução.

 

Os tubarões mais perigosos

1. Tubarão-cabeça-chata

É considerada a espécie mais perigosa e sanguinária. Ele mede de 3 a 4 metros e tem uma coloração branca-acinzentada. O tubarão-cabeça-chata vive calmamente em água salgada e doce. A razão da sua agressividade é o alto nível de testosterona. Houve acidentes quando a criatura atacou pessoas que entraram na água em apenas 1,8 metros.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Você acha engraçado aqueles pulos enormes de medo que os bichanos dão? Vai ver os vídeos de gatos se assustando com pepinos de forma diferente depois de ler esse texto

Habitat: água costeira de mares mornos, áreas tropicais e subtropicais do oceano. Frequentemente, você pode encontrá-lo nas Bahamas, onde existem aproximadamente 40 espécies de tubarão, muitos dos quais não são perigosos para humanos. O tubarão-cabeça-chata também pode ser encontrado próximo da costa tropical da África, Indonésia, Austrália e América do Sul.

Carlos Aguilera / Shutterstock.com

2. Tubarão-tigre

Com um comprimento de até 5 metros, esse predador vive próximo da costa e pode ser encontrado até perto da foz dos rios. As pessoas o encontram muito frequentemente porque seus locais favoritos coincidem com aqueles onde surfistas e mergulhadores gostam de nadar. O tubarão vive sozinho e forma grupos nas áreas de alimentação. Anualmente ocorrem de 3 a 4 ataques causados por essa espécie.

Habitat: áreas costeiras, foz de rios, mares tropicais e subtropicais, zonas oceânicas.

A Cotton Photo / Shutterstock.com

3. Tubarão-galha-branca-oceânico

A espécie tem uma característica distinta – barbatanas longas. O comprimento é de até 4 metros com uma cor branca-amarronzada. O tubarão gosta de mares quentes, tende a viver perto da superfície. Agora seus números têm reduzido bruscamente. Eles nadam sozinhos e gostam de acompanhar os navios. Não há um dado exato sobre o número de ataques por ano. Entretanto, só em dezembro de 2010 esses tubarões mataram uma pessoa no Egito e machucaram outras quatro.

Habitat: águas tropicais e subtropicais em todos os oceanos, mares abertos.

Dray van Beeck / Shutterstock.com

4. Tubarão-branco

O maior tubarão dentre todos os que vivem no mundo. Ele mede até 6 metros, com um máximo de 11 metros já documentado. Ele parece hipnotizante em razão do seu enorme tamanho e dentes afiados de 5 centímetros em várias fileiras. Ele possui uma cor branca-acinzentada. Mesmo ainda sendo perigoso para as pessoas, a imagem de um cruel predador é criada principalmente por causa da sua aparição em filmes. É bem difícil encontrá-lo e, a menos que seja provocado, ele irá preferir nadar a você.  Normalmente ele nada sozinho.

Willyam Bradberry / Shutterstock.com

Habitats: águas moderadamente quentes de todos os oceanos, zonas costeiras e mar aberto. É encontrado no Mediterrâneo, sul da Austrália, América do Sul, perto do Alasca e da Califórnia.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Cães podem reconhecer uma pessoa má em poucos segundos

Como se comportar com tubarões?

Com mais frequência, tubarões atacam pessoas nesses países:

  • Egito;
  • Turquia;
  • Tailândia;
  • Austrália; e
  • América Central e do Sul.

 

Tubarões normalmente atacam pessoas quando confundem com focas ou peixes. Acima de tudo, eles atacam mergulhadores e surfistas, com menos frequência – nadadores comuns.

O que você deveria evitar fazer para não provocá-los?

  • Não nade perto de pescadores.
  • Nade durante o dia quando os tubarões descansam. À tarde e à noite é o período preferido deles para caçar.
  • Não entre na água com cortes frescos e ferimentos.
  • Não nade em água suja – você não irá ver o tubarão e outras ameaças.
  • Não faça movimentos bruscos nem barulho – isso atrai tubarões e outros predadores.
  • Tubarões geralmente atacam nadadores sozinhos que grupos.
  • Tire as joias antes de nadar – o reflexo na água pode atrair peixes perigosos.
  • Não alimente tubarões – isso só provoca e os acostuma ao fato de que pessoas são fontes de alimentação. Esses animais em breve começarão a mostrar mais interesse em pessoas e aumentar o risco de ataques.
  • Não nade longe da costa.

VisionDive / Shutterstock.com

Se o tubarão está nadando perto:

  • Não entre em pânico; mova-se lentamente para a costa ou barco sem fazer movimentos bruscos. Tubarões sentem o medo no seu comportamento, o que os provoca.
  • Não toque ou brinque com o peixe – a chance dele atacar aumenta significantemente.
  • Você perceberá que ele é agressivo quando começa a flutuar perto de você, reduzindo gradualmente o raio. Você deve decidir quando será hora de fugir calmamente ou preparar para se proteger se ele estiver muito perto. Antes do ataque, ele fica mais devagar e arqueia as costas.
  • Se o interesse dele atingir um ponto perigoso, você deve atingi-lo com sua mão ou pé, nas guelras, olhos ou nariz. Não se vire de costas para o tubarão e mantenha-o à vista até que se acalme.

 

Sem dúvidas, os tubarões são predadores terríveis, mas eles não representam muito risco para as pessoas desde que não sejam provocados. Todo ano, tubarões atacam uma ou duas centenas de pessoas, 12 delas morrem. Um homem mata um grande número de peixes, em média 11.400 tubarões por hora. O que significa quase 100 milhões por ano. Agora devemos nos fazer uma pergunta: quem é mais perigoso?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Orca que carregou seu filhote morto durante 17 dias põe fim a seu luto dilacerante