Castrando o seu bichano: todos os prós e contras da esterilização

Animais

August 31, 2018 00:26 By Fabiosa

A castração e a esterilização são os tipos mais comuns de intervenções cirúrgicas no corpo do animal em clínicas veterinárias. Mas muitos proprietários têm medo de fazer isso por receio de prejudicar seus animais de estimação. Então, reunimos todos os prós e contras desses procedimentos.

ch_ch / Shutterstock.com

A castração e a esterilização não são as mesmos procedimentos, e a diferença não é apenas no gênero do paciente peludo. Esterilização envolve a ligadura das trompas de falópio em fêmeas ou túbulos seminíferos em machos. Os animais mantêm seu comportamento sexual, alterações hormonais, mas não conseguem mais produzir ninhadas.

A vantagem de esterilizar seu gato é que ele permite regular sua reprodução e elimina os problemas associados a ele.

Desvantagens da castração:

  1. Comportamento específico não mudará;
  2. Comportamento cotidiano pode piorar devido a explosões hormonais;
  3. Alguns animais podem se tornar mais agressivos;
  4. Aumento das chances de câncer;
  5. Permanece a possibilidade de complicações pós-operatórias na forma de supuração de sutura ou recuperação difícil da anestesia;
  6. A castração é a remoção dos órgãos reprodutivos de um animal. Este procedimento é muito mais seguro que a esterilização e é mais simples para os animais.
  7. RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Será mesmo que você deve privar o seu gatinho de usar as suas "garras"?

Vantagens da castração

1. Como a esterilização, permite regular a reprodução do seu animal de estimação. Não há problemas e estresses associados a ter uma ninhada indesejada. Além disso, um grande número de ninhadas encurta a vida do animal.

ANURAK / Shutterstock.com

2. Permite evitar mudanças drásticas no nível dos hormônios, que causam comportamento sexual específico - calor nas fêmeas e marcação do território nos machos, acompanhados de barulhos altos (latidos, miados), aumento da irritabilidade e, às vezes, agressão. O animal fica mais calmo devido aos níveis hormonais de fundo.

3. Os animais não são distraídos por fêmeas no cio.

Runa Kazakova / Shutterstock.com

4. Menores chances de câncer;

5. Menores chances de constrair doenças sexualmente transmissíveis;

6. Um animal castrado é menos inclinado a fugir de casa. Animais que andam na rua são menos propensos a se envolver em brigas e, portanto, têm menores chances de contrair doenças infecciosas.

Just-Mila / Shutterstock.com

 

Mesmo que muitos animais tolerem facilmente esta operação, existem alguns problemas:

1. Complicações após a cirurgia. Às vezes, infelizmente, uma intolerância individual à anestesia é descoberta apenas na mesa de operações. Pode levar à supuração da sutura, náuseas e vômitos.

2. Cuidado após a cirurgia. Todas as recomendações do veterinário devem ser rigorosamente seguidas, de modo a garantir a recuperação mais rápida possível do animal. Não alimente o animal de estimação no primeiro dia para evitar o vômito. Um animal recupera totalmente em 2 semanas.

3. Maior risco de obesidade. É necessário observar rigorosamente a dieta do animal de estimação, escolha comida especial para animais castrados.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 6 caminhas para o seu pet ter um cantinho só dele na casa

Qual o melhor momento para fazer o procedimento?

O momento perfeito é antes do primeiro cio, isto é, antes de 5 a 6 meses em gatos e cachorros. Isso significa que é tarde demais para animais mais velhos? Não, apenas os riscos de complicações podem aumentar. Mas por que não deixar seu animal de estimação passar o resto de sua vida em paz?

Os machos também são melhor castrados até a idade de 1 ano (raças pequenas até 7 meses e as grandes até 1,5 anos). Se você castrar um animal adulto, o hábito de marcar cantos e demonstrar comportamento sexual ainda pode persistir.

XiXinXing / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Você acha engraçado aqueles pulos enormes de medo que os bichanos dão? Vai ver os vídeos de gatos se assustando com pepinos de forma diferente depois de ler esse texto