Seu cão come fezes? Saiba os perigos da coprofagia e como f

ANIMAIS

Seu cão come fezes? Saiba os perigos da coprofagia e como fazer seu bichinho parar com esse terrível hábito

Date August 23, 2018 23:26

A coprofagia infelizmente é um fenômeno frequente no mundo atual. Os cientistas acreditam que isso é principalmente causado por distúrbios no pâncreas, cérebro ou metabólicos. No entanto, esta forma de "nutrição" pode, as vezes, ser uma defesa e fornecer ao cão as enzimas necessárias quando o animal está com muita fome. Ainda assim, esse hábito pode causar sérios danos à saúde de todos.

Rohappy / Shutterstock.com

Por que a coprofagia é perigosa

A principal razão é que o animal pode ser infestado por parasitas como helmintos,  verme do chicote e lombrigas. O cão também pode contrair uma série de doenças graves: inflamação intestinal, leptospirose ou toxoplasmose. Os donos dos animais de estimação doentes também podem ser infectados com os parasitas e doenças, a menos que o animal seja tratado adequadamente.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: “Lambeijos” fazem mal? Descubra se as lambidas do seu cachorro ou gato podem causar algum problema

 

Aksana Lebedz / Shutterstock.com

Se você nota que o seu cachrro está comendo fezes, é necessário descobrir o motivo.

1. Nutrição inadequada. O cão pode estar com falta de minerais e vitaminas em sua dieta. A coprofagia pode ocorrer quando o animal de estimação come alimentos baratos, alguns produtos de carne, cereais, alimentos doces ou gordurosos em grandes quantidades.

 

2. Distúrbios dos órgãos digestivos. O cão tenta tratar a indigestão instintivamente como fazem seus parentes selvagens. Se o cão começa a comer fezes assiduamente, provavelmente, seus órgãos já sofreram danos sérios e ele precisa de uma consulta veterinária urgente.

3. Território sujo. Isso acontece quando as fezes não são removidas por muito tempo e o cão decide limpar a área sozinho.

Cryptographer / Shutterstock.com

4. Fome. Quando o cachorro está com muita fome, começa a comer fezes. Esse motivo ocorre com bastante frequência na natureza.

 

5. Instinto materno. Um cão pode instintivamente comer as fezes de seus filhos para evitar que os predadores sintam seu cheiro. Esse hábito logo desaparece, porém, os filhotes podem tentar repetir o ato da mãe devido à curiosidade. Se eles não forem treinados a não fazê-lo, o hábito permanecerá.

6. Estresse. Alguns zoopsicólogos acreditam que isso pode ser uma maneira de atrair a atenção do dono.

Amy Rene / Shutterstock.com

Como fazer com que o cão pare de comer fezes

  • primeiro, você precisa descobrir a causa exata desse hábito;
  • se é uma doença dos órgãos internos ou distúrbios metabólicos, é importante realizar os testes no veterinário e tratar o cão. Entretanto, esteja pronto para que depois disso o hábito de comer fezes continue;
  • mantenha sua casa e quintal limpos. Tente remover os excrementos imediatamente para que o cão não o faça em seu lugar;
  • observe o cão durante as caminhadas e não deixe que ele coma outras fezes;
  • se o animal for pego comendo fezes, a ordem de proibição deve ser seguida imediatamente. O castigo tardio pode ser ineficaz, pois o cão não entenderá porque você o está castigando;
  • use uma focinheira durante as caminhadas;
  • forneça ao seu animal de estimação outros suplementos nutricionais especiais, que podem ajudá-lo a parar de comer fezes. Seu veterinário pode aconselhá-lo sobre quais os produtos ideais para o seu animal.

Vale lembrar que, em todo caso, será necessário dar ao cão remédios contra parasitas como medida preventiva.

didesign021 / Shutterstock.com

Você já enfrentou esse problema? Como você resolveu a questão? Compartilhe suas soluções nos comentários.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O cachorro fez xixi no tapete? Saiba como se livrar do mau cheiro e evitar as manchas


Este material é destinado apenas a fins informativos. Alguns dos produtos e itens discutidos neste artigo podem causar reações alérgicas ou danos à saúde. Antes de fazer uso deles, consulte um especialista devidamente habilitado. Os editores não são responsáveis por quaisquer consequências que possam ser causadas pelo uso dos métodos, produtos ou itens descritos neste artigo.