Problema de lógica: Qual imagem mostra a família mais unida?

Família & Crianças

May 30, 2019 20:23 By Fabiosa

Os psicólogos afirmam que aprendemos muito sobre nossas relações interpessoais com base na experiência que tivemos em casa, ao longo de nossa infância, e que isso define basicamente a nossa visão de mundo. Exatamente por isso que trouxemos esse desafio lógico, em que será possível testar suas habilidades ao responder uma simples questão.

Qual destas imagens mostra a família mais unida?

Olhe bem a imagem abaixo. Na sua opinião, qual a família possui um laço mais forte? Não pense muito, confie na sua intuição.

Problema de lógica: Qual imagem mostra a família mais unida?

Lembre-se do número da imagem e descubra se você escolheu a resposta certa.

Agora, eis o que sua resposta significa:

Família №1

Problema de lógica: Qual imagem mostra a família mais unida?Задачка на логику: на какой картинке самая дружная семья?

Apesar de percebermos que se trata de uma família, talvez não seja a mais próxima de todas. Claramente, a mãe se importa com o filho, no entanto, ela o afasta do pai.

Família №2

Problema de lógica: Qual imagem mostra a família mais unida?Задачка на логику: на какой картинке самая дружная семья?

As pessoas nesta imagem não parecem formar uma família. Os adultos não parecem se importar com a criança e ela tampouco sente vontade de segurar nas mãos deles. Esta imagem mais parece mostrar três desconhecidos que estão caminhando na mesma calçada.

Família №3

Problema de lógica: Qual imagem mostra a família mais unida?Задачка на логику: на какой картинке самая дружная семья?

As pessoas nesta imagem realmente parecem uma família unida e afetuosa. Os pais estão abraçados enquanto caminham e o pai faz questão de segurar a filha pela mão. Bingo!

E então, você conseguiu adivinhar qual era a família mais unida? Por que você não compartilha esse desafio com seus amigos e vê como é a visão deles sobre união? Lembre-se de deixar suas respostas nos comentários.


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.