7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-l

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"

Saúde e Estilo de Vida

December 28, 2018 15:32 By Fabiosa

Uma das mais graves injustiças na vida é que algumas pessoas podem comer muito e nunca engordam, enquanto que outras devem comer pouco, pois é muito difícil perder peso. A razão para isso é simples: hormônios. Hoje, vamos ajudá-la a entender como os diferentes hormônios afetam o ganho de peso e igualmente podem impedir a perda de peso.

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"

Como os hormônios afetam no peso?

1. Hormônios da tireóide

Esses hormônios são os responsáveis pelo desarranjo na parte da gordura. Quando eles estão em nível baixo, a quantidade de gordura aumenta e a pessoa começa a ganhar peso rapidamente.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 2 hormônios são a chave das dietas e do metabolismo: a insulina e a leptina

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"

Trate o desequilíbrio: não coma vegetais crus. Consuma alimentos bem preparados, sal iodado, fontes de zinco (sementes de abóbora) e suplementos de vitamina D.

2. Insulina

A insulina desempenha um papel importante no metabolismo da gordura, inibindo a atividade de enzimas que quebram as gorduras. Também processa o excesso de açúcar no tecido adiposo, por isso comer muita comida doce leva a quilos extras.

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"

Trate o desequilíbrio: Adicione legumes sazonais à sua dieta. Consumir frutas, nozes, azeite e sementes de linho. Beba até um galão de água todos os dias. Evite comer alimentos açucarados.

3. Leptina

Regula o apetite e é responsável pelo metabolismo energético. Um baixo nível de leptina leva a um forte aumento no apetite, causando obesidade. Um excesso de leptina aumenta a probabilidade de trombose.

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"

Trate o desequilíbrio: Um bom descanso é necessário, já que a falta de sono pode levar a uma diminuição nos níveis de leptina. Coma a cada 3-4 horas; evite alimentos processados doces; e consumir frutas, verduras e lanches saudáveis. Beba sua dose diária de água.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 9 hormônios que precisam ser equilibrados para tornar a perda de peso mais fácil

4. Grelina

Caso você coma lanches com frequência, o nível de grelina diminuirá, enquanto a ansiedade e o estresse acabarão aumentando. Níveis elevados do hormônio reduzem esses estados depressivos.

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"

Trate os desequilíbrios: coma frutas frescas, vegetais, fontes de proteína, fibras e gorduras saudáveis. Beba 1 ½ copos de água 20 minutos antes das refeições. Exercite-se adequadamente.

5. Estrogênio

Um baixo nível de estrogênio leva a um aumento da quantidade de células adiposas na região abdominal. Então, você pode ficar magro, mas ainda assim ter uma barriga visível.

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"

Trate o desequilíbrio: abstenha-se de beber álcool; se exercite regularmente; e adicione vegetais integrais, frutas frescas e frutas à sua dieta.

6. Progesterona

Baixos níveis desse hormônio fazem com que o corpo retenha mais líquido, o que leva ao ganho de peso.

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"first impressions of personality traits from body shapes, people link body shapes with personality traits, character based on body shapes

Trate o desequilíbrio: se alimente corretamente, faça exercícios regularmente, pratique respiração profunda (o ioga pode ajudar bastante) e evite o estresse.

7. Testosterona

Um aumento do nível desse hormônio leva à perda do ciclo menstrual ou ao desenvolvimento do ovário policístico. O resultado pode ser ganho de peso, pelos faciais, acne e infertilidade. Durante a menopausa, um nível reduzido desse hormônio leva a uma diminuição na taxa metabólica, o que também pode ser determinante no ganho de peso.

7 hormônios que causam obesidade e dicas de como "regulá-los"

Trate o desequilíbrio: Inclua alimentos ricos em fibras na sua alimentação; consuma ameixas secas, sementes de abóbora, linho e grãos integrais. Exercite-se regularmente e certifique-se de obter vitamina C.

Caso você perceba algum destes problemas, consulte um médico imediatamente. Juntamente com as recomendações necessárias dos profissionais da área da saúde, nossas dicas podem ajudar significativamente sua condição de saúde.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 11 dicas que podem ajudar a melhorar o equilíbrio hormonal


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.