Conheça as 5 necessidades que devem ser respeitadas para continuar um casamento por muito tempo

Dicas

August 29, 2018 14:45 By Fabiosa

Um relacionamento conjugal é um assunto complexo e vem sendo estudado por inúmeros psicólogos. Como manter o amor vivo ao longo da vida? Como construir um relacionamento harmonioso? Por que tudo que começa com o romance geralmente termina com um divórcio ou separação? Para onde o amor vai? São algumas das dúvidas presentes na vida a dois. 

Elnur / Shutterstock.com

O psicólogo americano Willard F. Harley, se questionou sobre essas e muitas outras perguntas e depois de muitos anos de pesquisa, ele chegou à conclusão de que o verdadeiro relacionamento é construído sobre cinco princípios básicos.  

Mesmo que muitos pensem que o sexo é um elo mais importante de um casal não é isso que vai unir as pessoas ao longo dos anos, mas sim construir um relacionamento adequadamente, um casal pode preservar algo mais eterno chamado; amor.  

Ermolaev Alexander / Shutterstock.com

Dr. Harley revelou o segredo para um relacionamento feliz e agora está prontamente disponível para todos saberem. Então, quais necessidades devem ser alcançadas para fazer o amor durar?

1. Necessidade de atenção e passar tempo juntos 

kudla / Shutterstock.com

No início de um relacionamento, o casal é praticamente inseparável, tentam passar cada segundo juntos. Ao longo dos anos, os parceiros tendem a passar menos tempo um ao lado do outro e o relacionamento fica mais frio.  

Uma mulher precisa de seu parceiro para prestar atenção nela e o homem, por sua vez, aprecia quando a esposa compartilha seus interesses. Desta forma, o lazer comum pode matar dois coelhos com uma cajadada só!

2. Necessidade de ternura e intimidade 

sakkmesterke/ Shutterstock.com

As mulheres não podem ficar sem ternura e os homens geralmente sem fazer amor, então não espere que seu marido seja carinhoso e atencioso se você regularmente o privar de sexo.  

Um relacionamento é um esforço conjunto de duas pessoas, por isso ambos devem ser mais livres na cama e é preciso iniciar a intimidade com mais frequência, além de permanecerem mais atentos a identificar a falta de carinho. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Conheça uma nova geração de mulheres que não querem ser mães e descubra quais são as perguntas que elas não aguentam mais responder

3. Necessidade de sucesso e família 

alphaspirit / Shutterstock.com

Naturalmente, as mulheres gostam de priorizar a família e o lar, enquanto os homens colocam o reconhecimento social, as conquistas e o sucesso acima de tudo. Parecem valores totalmente diferentes, mas mesmo aqui você pode encontrar um terreno comum para construir seu relacionamento. Ao proporcionar conforto e aconchego em casa, uma mulher pode motivar seu marido a alcançar novos desafios. Isso permite que ele melhore o bem-estar da família. 

 No entanto, este esquema, assim como todos, só funciona se ambos os cônjuges estiverem dispostos! 

  

4. Necessidade de atratividade e confiança 

Jacob Lund / Shutterstock.com

Em um mundo moderno em que vivemos e cheio de competitividade à nossa volta, não fica difícil imaginar o quanto a insegurança faz parte de nossas vidas. 

Para um casal a falta de confiança pode ser fatal na relação, já a falta de atração é o motivo de muitas brigas e discussões que podem terminal mal, por isso lembre-se de se cuidar e garantir que seu companheiro(a) o ache atraente o bastante mesmo com o passar dos anos juntos.

5. Necessidade de conforto e prosperidade em casa 

Nadya Lukic / Shutterstock.com

Mais uma vez, esses componentes andam de mãos dadas. A natureza nos fez para que o homem precisasse de um conforto em casa e uma mulher aprecia alguém que garanta sua vida calma e estável. E não tem nada a ver com cálculo ou poupança, a felicidade pessoal de ambos depende de coisas simples, mas muito importantes.

Pelo que parece, esses são os cinco princípios fundamentais de um relacionamento harmonioso. Você concorda com o Dr. Harley?  

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 10 erros imperdoáveis ​​dos homens que levam as mulheres para os braços de outra pessoa


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.