Mãe posta foto de sua bebê com um piercing na bochecha e internautas detonam sua atitude

Enedina Vance postou uma foto adorável de sua filha de 6 meses no Facebook. Pode parecer uma coisa comum, mas a reação da internet a essa imagem foi totalmente desastrosa. Isso porque a foto mostra um bebê sorridente com um piercing na covinha. Usuários de redes sociais indignados culparam a mãe por abuso infantil grave. Alguns até a desejaram a morte. Acontece que a mulher tinha boas intenções.

Aqui está o post sarcástico que ela fez: 

Então, eu furei a covinha do meu bebê!!! 

Parece tão fofo, né? Eu só sei que ela vai amar isso. Ela vai me agradecer quando for mais velha. Se ela decidir que não gosta disso, ela pode simplesmente tirar não é nada demais 

 Eu sou a mãe, ela é minha filha, eu farei o que eu quiser !! Eu tomo todas as suas decisões até que ela tenha 18 anos, eu a criei, eu a possuo! Eu não preciso da permissão de ninguém, acho que é melhor, mais fofo, eu prefiro que ela tenha sua covinha perfurada. NÃO é abuso! Se fosse, seria ilegal, mas não é. As pessoas perfuram seus bebês todos os dias, isso não é diferente.

MEU BEBÊ, MINHA ESCOLHA! Não julgue os pais, todos nós criamos nossos filhos de forma diferente, não é da sua conta de qualquer maneira!

Depois de um mês de críticas impiedosas, Enedina Vance decidiu esclarecer o que aconteceu

ISTO É PHOTOSHOP! 

Como se viu, a mãe não colocou um piercing na criança. Depois que ela contou a verdade, apenas 3 em cada 1.000 pessoas que a julgaram se desculpou. A mulher fez isso para chamar a atenção para o problema da circuncisão masculina. 

Precisamos abrir nossos olhos e limpar nossos corações para reconhecer o fato de que nossos filhos são pessoas com direitos que merecem respeito e proteção. Ninguém tem o direito de mudar ou incapacitar o corpo de outra pessoa para fins estéticos. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Inaceitável! Bebê morre minutos depois de ser batizado e o vídeo do ato violento está horrorizando o mundo inteiro!

Enedina pede o fim do procedimento desumano devido aos dolorosos choques que os meninos experimentam. Ela e outros defensores dos direitos humanos sugerem que a remoção de qualquer parte do corpo deve ocorrer apenas de acordo com o paciente. Nem todas as crianças podem conscientemente concordar com isso. Assim, a circuncisão não é humana.

Estas são as emoções que as crianças experimentam durante este procedimento. Eles estão assustados.

Ela tem muitas fotos semelhantes em sua conta. 

Mais uma...

Enedina escolheu uma maneira bastante incomum de chamar a atenção para o problema da circuncisão. Você a apoia? Compartilhe sua opinião nos comentários!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Bruna Marquezine compartilha mensagem inspiradora no Instagram e fãs acreditam que foi uma declaração para Neymar

 

Recomendamos