É carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu e

FAMÍLIA & CRIANÇAS

É carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu emprego

Date October 19, 2018 17:43

Um vídeo de uma funcionária do governo que estava sendo rude em um avião viralizou. Susan Peirez não ficou feliz em sentar ao lado de uma mãe e de um bebê, então ela reclamou com a comissária de bordo que tentou contornar a situação. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mulher dá à luz os primeiros sétuplos do mundo. 18 anos depois, todos estão felizes e prósperos

No vídeo do ocorrido, Susan fica brava com a funcionária, em seguida, pede seu nome para fazer uma reclamação e então ela ameaça a aeromoça dizendo: "Pode ser que você não tenha um emprego amanhã."

Marissa Rundell, de 19 anos, era a passageira do voo que estava com o bebê. Ela filmou toda a interação entre Susan e a funcionária da companhia aérea. Tabitha, a comissária de bordo, reagiu à ameaça da funcionária do governo, expulsando-a do avião.

Susan, ao perceber que ela seria retirada daquele voo em particular, começou a pedir desculpas por ser rude com a mãe e com Tabitha. Susan acabou sendo retirada do voo da Delta. Ela também foi suspensa de seu trabalho no governo do Estado de Nova York depois que o vídeo viralizou.

Fico feliz que esta mulher tenha sido retirada do avião. Ela foi muito arrogante e agia de forma horrível, rude e mandona. Eu voei sob muitas situações e você aprende a se ajustar e se adaptar e a fazer o melhor de uma situação. Parece que ela era mais criança do que a própria criança.

Ronni Reich, diretor de informações públicas do conselho onde Susan trabalhava, disse ao UK DailyMail que os funcionários do governo não deveriam se comportar assim em público. Ele revelou que eles foram informados sobre a situação e iniciou-se uma investigação sobre o comportamento de Susan. 

Nesse meio tempo, o nome de Susan foi removido do site oficial e ela foi colocada de licença até novo aviso.

É carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoÉ carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoÉ carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoSusan Peirez / Facebook

Peirez não merece perder o emprego por causa desse incidente. Algum ato disciplinar talvez, mas definitivamente não a perda seu emprego.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Garota de 4 anos encontra drogas no jardim da escolinha. E isso também pode acontecer com seu filho!

Quanto a Marissa Rundell, a jovem mãe disse que, embora Susan fosse grosseira, ela não achava que a mulher merecia ter seu emprego tirado dela. Enquanto falava com o Good Morning America, ela explicou que começou a registrar a cena porque Susan estava agindo de forma bastante cômica quando entrou no avião.

Ela veio para trás e bateu as malas. Ela disse: 'Droga, Isso é ridículo. É uma porcaria ter que sentar na parte de trás do avião'. Eu comecei a gravar porque achei cômico como ela estava agindo. Eu não acho que ela merece isso, as pessoas continuam dizendo, 'não se sinta mal, ela mereceu...' Eu honestamente não acho que ela merecesse.

É carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoÉ carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoÉ carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoMarissa Rundell / Facebook

É carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoÉ carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoÉ carma! Mulher que se recusou a sentar ao lado de um bebê chorando acaba perdendo seu empregoMarissa Rundell / Facebook

Como aquela mulher se atreve a tratar sua companheira de viagem daquela maneira? Viajar com crianças é bastante estressante! Então ela se virou e ameaçou uma comissária de bordo com seu trabalho?!?!? Seja a verdadeira dama !!! O mundo não gira em torno de você !!! Ainda bem que ela foi tirada do avião! Ela precisa aprender boas maneiras !!!!!

Ninguém quer sentar perto DAQUELE BEBÊ. O pior é ter AQUELE BEBÊ e ser completamente incapaz de fazer ele parar de chorar. Já estive nas duas situações e é horrível.

De acordo com comentários no vídeo online, a internet ficou dividida sobre o assunto também. Enquanto alguns achavam que Susan foi incrivelmente antipática e mereceu o que lhe aconteceu, outros se solidarizaram com a funcionária do governo dizendo que eles mesmos não ficariam felizes se tivessem que se sentar perto de um bebê chorando em um avião. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Um cão se transformou no herói de sua filha ao dar sua vida para salvar a bebê de um incêndio