Livre-se rapidamente dos fungos das unhas: 7 remédios casei

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Livre-se rapidamente dos fungos das unhas: 7 remédios caseiros fantásticos

Date June 5, 2018 22:01

Não é segredo algum que lesões nas unhas dos pés podem causar fungos, especialmente se não forem tratados corretamente. A unha começa a ficar fina e amarelada e, conforme vai piorando, ela perde a cor e fica toda deformada. Quando as pessoas percebem que estão com um fungo nas unhas, elas normalmente querem logo se medicar, sem nem ao menos saber os riscos que isso traz.

Kletr / Shutterstock.com

Outros tentam esconder o problema, já que se sentem totalmente desconfortáveis usando sandálias abertas em público. Acabam sempre usando meias e tênis, sem saber que assim proporcionam o ambiente ideal para o fungo se proliferar.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Gravidez promove mudanças nos pés das mulheres

cunaplus / Shutterstock.com

Não é segredo que as bactérias se proliferam mais em ambientes quentes e úmidos, então por que deixá-las crescer dentro dos seus sapatos?

Não se preocupe, pois, com um pouco de conhecimento e ações bastante simples, você conseguirá usar suas sandálias favoritas novamente! Continue lendo para conhecer alguns remédios eficientes e caseiros.

Alice Day / Shutterstock.com

Óleo de Melaleuca

Esse óleo essencial tem poderes antissépticos fantásticos e propriedades antifúngicas. Limpe a área afetada e aplique o óleo diretamente. Deixe agir por 10 minutos e enxágue. Siga diariamente este procedimento até seu pé estar pronto para usar sandálias novamente!

Catalina M / Shutterstock.com

Óleo de Lavanda

Esse óleo essencial possui uma poderosa ação anti-inflamatória, antiviral e antifúngica, além de ser um antisséptico natural e conhecido por melhorar o sistema imunológico e a circulação sanguínea. Já que os fungos atacam pessoas com um sistema imunológico fraco e com má circulação do sangue, o óleo de lavanda é uma solução eficiente.

279photo Studio / Shutterstock.com

Apenas aplique algumas gotas do óleo de lavanda nas unhas afetadas e coloque meias quentinhas. Certifique-se de que as meias sejam de uma fibra natural, para permitir que seus pés respirem. Siga esse procedimento 3 vezes por semana até o fungo desaparecer.

Elena M / Shutterstock.com

Bicarbonado de Sódio

Coloque 2 colheres de bicarbonato de sódio em um recipiente e adicione água morna. Deixe seus pés de molho entre 10 a 20 minutos.

Alexeysun / Shutterstock.com

Você pode também fazer uma pasta de bicarbonato para aplicar nos pés. É só misturar bicarbonato e água. Aplique a pasta na área afetada e deixe agir por 10 minutos. Enxágue bem. O bicarbonato irá secar a área, fazendo com que o ambiente fique menos favorável para o fungo.

Marc Bruxelle / Shutterstock.com

Fubá

O fubá orgânigo é um antifúngico muito eficiente por conter cândida, um fungo que é inofensivo para os humanos, mas mortal para infecções fúngicas. Se você quiser dar um voto de confiança ao fubá, tente misturar uma xícara dessa farinha com meia xícara de água. Aplique na área e deixe de molho por uma hora. Faça isso quantas vezes você quiser, já que o fubá é inofensivo para suas unhas e pele.

Moving Moment / Shutterstock.com

Alho

O alho pode ser encontrado na maioria das cozinhas por todo o mundo, então a chance de você tê-lo em casa é grande. Para se livrar dos fungos nas unhas, você pode espremer alguns dentes de alho, misturar com vinagre e aplicar nas unhas afetadas. Cubra a área com uma bandagem e deixe agir por algumas horas. Use esse tratamento diariamente até o fungo desaparecer.

nafterphoto / Shutterstock.com

Entretanto, você deve saber que todas essas recomendações têm um efeito temporário, suplementando um tratamento médico, mas não o substituindo! Converse com o seu médico,pois ele irá te indicar quais remédios você deverá utilizar.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Massagem nos pés não serve apenas para relaxar: a reflexologia sugere massagear os pés para aliviar dores e tratar doenças


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.