Enfermeiras inventaram uma cortina para facilitar o contato entre uma mãe que realiza uma cesárea e seu bebê!

Muitas mulheres optam ou necessitam passar por uma cesariana para dar à luz. Na medida em que o processo foi se tornando cada vez mais seguro, outros poréns também iam surgindo. Um dos grandes debates do procedimento é entre manter a segurança higiênica do processo e permitir o rápido contato entre a mãe e o filho.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Barriga de mulher começou a crescer depois do nascimento da filha e médicos descobrem avental esquecido dentro dela após a cesárea

Normalmente, durante o procedimento, uma cortina é posicionada para manter o local de corte esterilizado, mas isso acaba bloqueando a visão da mãe do momento do parto. Depois de tudo, as mães devem esperar entre 5 até 30 minutos para finalmente conseguirem tocar seus filhos. A diferença entre essa forma e o parto normal é gigantesca, pois na segunda opção, o contato entre mãe e filho é imediato.

Enfermeiras inventaram uma cortina para facilitar o contato entre uma mãe que realiza uma cesárea e seu bebê!nata-lunataD / Depositphotos.com

Três enfermeiras que estão de acordo com a prática de tornar o parto cesariano mais "humano", passaram a pensar em uma solução para esse problema do procedimento. Juntas, Kim Jarrelle, Debbie Burbic, e Jessamine Niccoli possuem quase 50 anos de experiência e acabaram inventando uma cortina chamada de "pele a pele".

Através de uma passagem na cortina, consegue-se entregar o bebê para o contato materno logo depois do nascimento e rapidamente fechar a passagem com um velcro, evitando qualquer tipo de contaminação e permitindo os médicos suturarem a área da cirurgia sem maiores riscos.

Enfermeiras inventaram uma cortina para facilitar o contato entre uma mãe que realiza uma cesárea e seu bebê!Mother and childFamVeld / Shutterstock.com

Essa incrível invenção acaba com a discussão entre a falta de contato e a preocupação com a higiene no corte. Jarelle, uma das inventoras, fala:

"Queríamos proporcionar uma experiência mais íntima entre a mãe e o bebê. Qual o motivo delas serem censuradas da experiência do parto normal e dos benefícios do contato pele a pele com a criança?"

Nos 3 anos que demoraram para desenvolverem o item, elas estudaram vários artigos científicos que comprovaram os benefícios do contato pele a pele da mãe com a criança. Elas levaram seus trabalhos para os mais altos níveis de estudos e testes para assegurarem que a cortina é segura o suficiente para o procedimento cirúrgico.

Elas explicam que aplicar novos métodos em uma sala de cirurgia é sempre um processo lento e cheio de barreiras a serem vencidas, porém a cortina vem sendo um sucesso e muitos já estão se adaptando a elas.

As maravilhosas enfermeiras viraram sócias na companhia Cleve Medial ("Clínica inteligente" em tradução livre) e agora procuram patentear sua ótima invenção.

Realmente essas moça são muito inteligentes!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mãe é mãe! Essa mulher afirma que cesárea não é a forma mais “fácil” se dar à luz e defende outras mães: “Todas temos o direito de dizer que demos à luz nossos filhos”

Recomendamos