Instinto materno! Policial encontrou um um bebê abandonado na floresta e não hestiou em amamentá-lo para salvar sua vida

Notícias

October 10, 2018 00:25 By Fabiosa

Muitas pessoas ficaram fascinadas com a história de uma policial que pode facilmente ser considerada uma heroína graças à sua solidariedade.

Nesse sentido, a oficial Luisa Fernanda Urrea fez algo tão fantástico para salvar a vida de um bebê abandonado que hoje é uma celebridade nas redes sociais.

A oficial da polícia colombiana, que também é mãe de um bebê, teria um dia normal em sua rotina se Edinora Garcia não pedisse ajuda com o estranho caso de um bebê abandonado na floresta. 
 
Assim que Luisa apareceu no local, ela seguiu o protocolo para essas situações e chamou os paramédicos. No entanto, enquanto ela e Edinora aguardavam a chegada da equipe de apoio, a oficial percebeu que o recém-nascido estava passando fome e tudo só pioraria se ela não fizesse alguma coisa.

Assim sendo, a agente não hesitou em amamentar a criança, que tinha apenas algumas horas de vida. 
 
E os médicos confirmaram que se Luisa não tivesse feito isso a menina certamente teria morrido, pois foi abandonada assim que nasceu.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Inaceitável! Bebê morre minutos depois de ser batizado e o vídeo do ato violento está horrorizando o mundo inteiro!

 

Luisa disse à mídia local que ela tinha leite e que seu instinto materno dizia exatamente o que o bebê precisava. Estas foram suas palavras: 
 


Acho que qualquer mulher teria lhe dado comida nas mesmas circunstâncias. 
 

 

Embora esta mulher hesite em aceitar que o que fez foi verdadeiramente heróico, muitos usuários da Internet elogiaram sua ação generosa. Edinora Garcia, a mulher de 59 anos que encontrou o bebê pela primeira vez, disse que estava colhendo laranjas quando ouviu o som do choro da criança. 

Mais tarde, foi determinado que o bebê nasceu poucas horas antes de ser descoberto. A criança teve algumas lacerações e também estava experimentando hipotermia. No entanto, ela foi logo tratada e agora está bem. Luisa acabou salvando a vida daquela garotinha e isso é algo realmente incrível. 
 
Não há dúvida de que o instinto materno é uma das maiores e mais belas virtudes que todas as mulheres do mundo compartilham e que sabemos como colocar em prática em caso de emergência.

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Milagre em dose tripla: grávida de 42 anos desafiou os médicos e fez a melhor escolha de sua vida