Vamos compreender o que provoca a boca seca

A maioria de nós terá um problema com a boca seca pelo menos uma vez em nossas vidas. Isso acontece de tempos em tempos e as causas desse fenômeno, chamado xerostomia, podem variar. Pode afetar não só os lábios, mas também a boca e a garganta e pode resultar em uma sede terrível. Então, o que causa isso?

  1. Hidratação insuficiente: A falta de saliva é uma das principais causas do problema. Quando você envelhece, as glândulas salivares podem não funcionar da maneira correta. Como resultado, a hidratação diminui e mais água é necessária.

  1. Estilo de vida: Além da quantidade de água que você ingere, a boca seca pode depender muito dos seus hábitos diários. Por exemplo, se você bebe álcool com frequência, ele desidratará seu corpo. Em geral, você deve beber cerca de 1,5 litros de água por dia. Se você beber menos, isso pode causar desidratação em todo o corpo.
  2. Medicamentos: Alguns medicamentos também podem deixar a boca seca e desidratar o corpo em geral. Isso inclui analgésicos, antidepressivos e anti-histamínicos. É por esse motivo que os médicos geralmente aconselham você a consumir muita água quando esses remédios são prescritos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 6 possíveis causas da garganta seca: desde refluxo ácido até resfriado comum

  1. Doenças crônicas: Algumas doenças crônicas como diabetes, doenças renais e HIV também podem causar boca seca.
  2. Ansiedade: Pode parecer surpreendente, mas a ansiedade pode causar uma secura temporária. Para evitar isso, beba mais, relaxe e hidrate seu corpo.

Cuide bem da sua saúde, beba mais água e observe os sintomas que podem ocorrer em casa.

Fonte: Fourchette & Bikini

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Como se livrar da desagradável condição de boca seca


Esta publicação é apenas para fins informativos. Não se destina a fornecer conselhos médicos. O site Fabiosa não se responsabiliza por quaisquer possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação na dieta, ação ou aplicação de medicação que resulte de ler ou seguir a informação contida nesta publicação. Antes de realizar qualquer tipo de tratamento, os leitores devem consultar seu médico ou outro profissional de saúde.

Recomendamos