Em certas épocas de suas vidas, as mulheres são particularmente afetadas pela insônia

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Em certas épocas de suas vidas, as mulheres são particularmente afetadas pela insônia

Date December 7, 2017 19:44

De acordo com novas pesquisas, a partir de uma certa idade, muitas mulheres são, infelizmente, forçadas a contar carneirinhos todas as noites.

Um estudo realizado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças, dos EUA, descobriu que quase 20% das mulheres com idade entre 40 e 59 anos tiveram dificuldade em adormecer pelo menos quatro noites por semana.

Além disso, as mulheres que estavam passando pelo aparecimento da menopausa (perimenopausa) também apresentaram transtornos do sono. Entre essas mulheres, mais de metade (56%) relatou que geralmente tinha menos de sete horas de sono por noite. Mesmo após a menopausa, os problemas de sono persistiram, já que quase 36% das mulheres na pós-menopausa, entre 40 e 59 anos, relataram ter problemas para dormir a noite toda.

Mas os especialistas dizem que isso não é de se admirar, pois a insônia durante esse período está relacionada a ondas de calor, suores noturnos e mudanças repentinas de humor (ou depressão) que ocorrem durante a perimenopausa.

O novo estudo do CDC analisou dados coletados pelo National Health Interview Survey, em 2015, que entrevistou mulheres não grávidas com idade entre 40 e 59 anos.

O estágio da menopausa em que cada mulher se encontrava parecia desempenhar um papel importante na capacidade de dormir ou não. Por exemplo, enquanto 56% das mulheres na perimenopausa não dormiam 7 horas por noite, esse número caiu para um terço em mulheres na pré-menopausa e para pouco mais de 40% em mulheres na pós-menopausa.

De acordo com o autor principal do estudo, Anjel Vahratian, a pesquisa descobriu que apenas 17% das mulheres na pré-menopausa tiveram dificuldade em adormecer, em comparação com quase 25% entre as mulheres na perimenopausa e mais de 27% entre as mulheres na menopausa.

Além dos sintomas relacionados à menopausa, os pesquisadores acreditam que as mudanças nos níveis de estrogênio, bem como os problemas de saúde que acompanham a idade, também podem desempenhar um papel na insônia.

Em um esforço para combater a insônia em mulheres que sofrem de ondas de calor, os médicos aconselham usar roupas largas, monitorar a temperatura do quarto, ter uma boa higiene do sono, ou seja, dormir e acordar nos momentos certos.

Conhecer a causa da insônia é muito importante para poder lutar contra ela. Aproveite esta informação para garantir um sono profundo.

Fonte: Fonte: Fonte: webmd


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada no artigo. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes do artigo.