Este desafio te dirá quão bom você é de matemática: só 1% consegue resolvê-lo!

INSPIRAÇÃO

Este desafio te dirá quão bom você é de matemática: só 1% consegue resolvê-lo!

Date July 20, 2017 10:48

Está circulando na internet um novo desafio matemático que não é nada fácil de resolver, pois é necessário ter mais que uma boa visão para chegar à solução. É tão complicado que 99% dos que tentam resolvê-lo fracassam. Você será parte do 1%?

Na imagem são observadas quatro linhas com operações matemáticas, as três primeiras têm um resultado, mas a última tem um sinal de interrogação. O grande desafio é encontrar este último resultado.

Se não conseguiu resolvê-lo, o matemático estadunidense Presh Talwalker revelou no seu blog, “Mind Your Decisions”, a explicação do quebra-cabeças. Preste atenção:

1. Identifique as diferenças das formas na última linha: o relógio mostra 2h em vez de 3, há 3 bananas em vez de 4 em cada uma das pencas. Além disso, a figura tem 11 ângulos, já que falta um quadrado dentro.

2. Sabemos que as três figuras da primeira linha são iguais a 45, então uma figura é igual a 15. Mas cada uma das figuras consiste em um hexágono, pentágono e um quadrado, por isso no total são 15 ângulos que são iguais a 15. Um ângulo é igual a 1.

3. Depois, as bananas, duas pencas de 4 bananas com uma figura (igual a 15) são iguais a 23. Então, duas pencas de 4 bananas são iguais a 8. Assim, uma penca de 4 bananas é igual a 4 e 1 banana é igual a 1.

4. Agora temos uma penca de 4 bananas (igual a 4) mais 2 relógios que marcam 3h iguais a 10. Isso significa que 2 relógios que marcam 3h são iguais a 6. Um relógio com 3 horas é igual a 3, por isso cada hora é igual a 1.

5. Na quarta linha o relógio mostra as duas horas, por isso o valor é 2. Há 3 bananas em cada penca. A figura tem 11 ângulos, dessa forma é igual a 11.

Para chegar ao resultado basta realizar esta operação:

2 + 3 + 3 × 11 = 2 + 3 + 33 = 38.

O resultado é 38, e eu acho que só aqueles que são muito bons com a matemática terão chegado na resposta. Para falar a verdade, foi muito difícil!