Ele era o cachorrinho mais fraco e pequeno que tinham visto, mas sua vontade de viver era

ANIMAIS

Ele era o cachorrinho mais fraco e pequeno que tinham visto, mas sua vontade de viver era maior!

Date July 21, 2017 10:38

Quando Neizman nasceu, seus donos só viram o que ele tinha de ruim. O cachorrinho era super pequeno, pesava só 300 gramas, e suas quatro patinhas estavam malformadas por um problema de nascença. Seus donos não tinham ideia de como cuidá-lo, por isso o levaram ao “Rabito Kontento”, uma organização em Porto Rico que se encarrega de resgatar cães abandonados, lesionados ou com deficiência.

The Dodo

Quando Mariel Rojas, a presidenta e fundadora da organização, pegou o pequeno Neizman para cuidar, ela estava certa de que ele não sobreviveria. Além das suas malformações, o filhotinho não conseguia comer.

The Dodo

Preocupada porque Neizman poderia sofrer de desnutrição, o levou a um veterinário, mas o prognóstico não era bom, o médico disse que o cachorrinho não tinha chance de sobreviver.

The Dodo

No entanto, os voluntários da organização não se deram por vencidos, e ao sair do veterinário o levaram para casa para alimentá-lo com uma mamadeira. Surpreendentemente, Neizman ficava cada dia mais forte e grande!

The Dodo

No fim, o cachorro era muito ágil e amava andar para todos os lados, mas apesar do seu progresso, seguia muito frágil e Rojas tomou medidas especiais: “Lhe vestimos para manter seu corpinho frágil aquecido. Tínhamos áreas fofinhas para não danificar seus ossos finos, assim como uma área cheia de brinquedos onde Neizman brincava”.

The Dodo

Neizman ama brincar e brigar com os cães mais velhos, e todos do abrigo estão surpresos porque ele parece não estar ciente da sua condição e limitações. Ele está feliz e é muito carinhoso o tempo todo: “Ele quer viver”, comentou Rojas. “É um puro exemplo de que não é necessário ser perfeito para ser feliz e estar agradecido pelo que a vida nos dá”.

Este pequeno é um grande exemplo de vida!

The Dodo