Uma tinta chinesa pode se tornar a mais nova inimiga de uma

INSPIRAÇÃO

Uma tinta chinesa pode se tornar a mais nova inimiga de uma doença mortal

Date 12 de outubro de 2017

Durante séculos, artistas e calígrafos chineses utilizaram a tinta para contar inúmeras histórias. Entretanto, pode ser que ela tenha ainda um outro propósito.

Os cientistas descobriram que uma tinta tradicional chinesa, feita a base de plantas e chamada de tinta Hu-Kaiwen, contém propriedades que podem ser utilizadas não apenas para escrever mensagens no papel, mas são igualmente ideais para matar células cancerígenas.

Recomendamos para você: Quer imprimir sem usar tinta? Agora isso é possível!

Uma equipe chinesa, liderada por pesquisadores da Universidade de Shanghai, começou a investigar a tinta de Hu-Kaiwen (o Hu-ink) após notar sua similaridade com a utilizada no tratamento do câncer e chamada de terapia foto-termal (PTT).

Captain Yeo / Shutterstock.com

A terapia implica na injeção de sustâncias, que contém nanomateriais, nos tumores do corpo, que são alvos de raio laser. Uma vez que o laser toca o conjunto de nanomateriais, implantados em células cancerígenas, as células se aquecem e morrem.

Entretanto, um dos principais problemas é encontrar um material adequado para injeção no corpo material. A consistência da tinta Hu-Kaiwen parece dispor de todas as características que os cientistas buscam: a cor é adequada para absorber luz e calor, é estável na água, não é muito cara ou complexa e o mais importante: não é tóxica para o corpo.

Crystal light / Shutterstock.com

Os científicos testaram suas hipóteses no laboratório e descobriram que a tinta era biologicamente compatível com células humanas em condições normais porém, quando aquecida, matava as células cancerígenas, mostrando maior eficácia, a mesma resistência laser, quando se aumentava a concentração da tinta Hu.

Em outros experimentos com ratos, a tinta também se mostrou eficaz, matando mais células cancerígenas que o tratamento convencional, e o melhor, não foi observada toxidade nos animais injetados.

Caso os testes continuem, essa antiga tinta pode acabar desempenhando um papel ainda mais importante na história universal, a de preservar a vida!

Veja também: A tinta que vai mudar a vida de pais e filhos

Todas as informações contidas no site Perfeito são de caráter exclusivamente informativo, não devendo ser consideradas como assessoramento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Nunca deixe de buscar uma opinião médica, não ignore um conselho médico e não deixe de buscar assistência médica por conta de qualquer conteúdo apresentado em nosso site.