As oito causas mais comuns do ressecamento vaginal e como ev

INSPIRAÇÃO

As oito causas mais comuns do ressecamento vaginal e como evitar o problema

Date 2 de novembro de 2017

Quando você está acostumada a ter um certo grau de lubrificação natural para sua parte íntima, pode ser um pouco incômodo ter a sensação de ressecamento. A resposta simples é que o ressecamento vaginal é mais comum do que você pensa. As causas deste problema desagradável, no entanto, podem te surpreender. Para tranquilizar sua mente, descrevemos nove possíveis causas do ressecamento vaginal, em conjunto com algumas recomendações sobre como você pode aliviar o problema.

1. Estresse emocional

Todo mundo se estressa até certo ponto e nos últimos anos ele tem se relacionado com um número cada vez maior de problemas físicos. Qualquer quantidade de fatores estressantes externos na vida de uma mulher pode se estender a uma vagina seca. Você pode praticar certas técnicas de relaxamento para acabar com o problema.

2. Duchas vaginais

Ainda que seja menos comum do que antes, quase uma a cada quatro mulheres de 15 a 44 anos faz duchas vaginais de forma regular. Esta é uma estatística surpreendente tendo em conta que os estudos não encontraram nenhum benefício para a saúde no uso de duchas vaginais, mas descobriram que estão relacionadas com muitos problemas, inclusive o ressecamento vaginal.

3. Fumar e beber álcool

Se você quer manter sua vagina úmida e saudável, deve esquecer do cigarro e largar a bebida. Segundo a Dra. Laura Berman, os cigarros podem diminuir a circulação, o que poderia intensificar o ressecamento vaginal. O álcool pode diminuir suas sensações e conduzir a uma vagina seca, por isso você deve beber no máximo uma ou duas taças de vinho.

4. Exercício cansativo

O exercício regular é na verdade um componente-chave para manter sua saúde em geral boa, inclusive a saúde da sua vagina. É importante que o realize com moderação, já que se sabe que o exercício intenso e rigoroso seca a vagina, pelo menos logo depois do treino.

5. Parto

A princípio, pode parecer surpreendente escutar que as novas mães apresentam ressecamento vaginal. Depois de tudo, o corpo está criando e descarregando tantos fluídos para ajudar no processo de nascimento e lactância durante este tempo, que uma pessoa poderia pensar que proporcionar lubrificação vaginal estaria na parte superior da lista de tarefas da mãe natureza. Mas não é assim. Devido a desequilíbrios hormonais, a vagina tende a ressecar, mas em pouco tempo tudo volta à normalidade.

6. Menstruação

É normal que os níveis hormonais de uma mulher diminuam enquanto você está no seu período menstrual. Um dos principais hormônios responsáveis por manter a vagina úmida durante a menstruação é o estrogênio. Quando os níveis de estrogênio se esgotam, o ressecamento vaginal pode ser um efeito secundário irritante, especialmente quando se trata de usar absorvente interno. Uma solução rápida para isto é aplicar uma pequena quantidade de lubrificante pessoal no aplicador para que seja mais fácil deslizar o absorvente para dentro. Melhor ainda, é bom você pensar em evitar usar absorvente interno, já que pode, por sua natureza absorvente, secar o interior da vagina.

7. Os medicamentos e a terapia contra o câncer

Os diuréticos e betabloqueadores, os quais são úteis para reduzir a pressão arterial, podem provocar ressecamento vaginal. Os medicamentos para a pressão arterial são só alguns entre uma longa lista de remédios cujos efeitos secundários incluem a perda da umidade corporal.

8. Menopausa

Finalmente, abordamos a causa mais comum do ressecamento vaginal, a menopausa. Segundo um informe da Clínica Mayo, “o ressecamento vaginal é um sinal diferente da atrofia vaginal, afinamento e inflamação das paredes vaginais devido à diminuição do estrogênio”. Alguns médicos recomendam tomar suplementos hormonais orais ou aplicar estrogênios bioidênticos.

O ressecamento vaginal, embora seja um problema comum e chato, tem soluções bastante simples. Então, se você está sofrendo disto, é melhor consultar seu médico.