Amar sem fazer sofrer: 3 dicas para lidar com a atração por alguém que não é seu parceiro oficial

O amor é lindo e todos nós sabemos disso. No entanto, às vezes ele pode se tornar um pesadelo completo quando, por uma determinada circunstância, descobrimos que estamos nos sentindo atraídos por alguém que não é nosso parceiro oficial.

Essa situação pode nos afetar tanto emocionalmente que podemos começar a tomar decisões ruins em nossas vidas e poderemos cometer muitos erros dos quais nos arrependeremos mais tarde. Por essa razão, vamos apresentar a seguir alguns conselhos para aprender a lidar com a situação e para que ninguém sofra em vão.

1. Reveja todos os seus sentimentos

É muito importante que, se você perceber que alguém está dando friozinho na barriga mais do que seu marido ou esposa, você seja capaz de recapitular seu relacionamento e decifrar se realmente ainda ama seu parceiro. Essa é uma das etapas mais importantes porque permitirá que você tome decisões mais acertadas. Se você se apaixonou novamente, o melhor é que você não faça seu antigo companheiro ou companheira sofrer. Deixe-o/a continuar sua vida.

Além disso, não é recomendável que você continue ao lado dele/a por receio de que a outra relação não funcione, pois isso não é justo. Assuma suas decisões e aceite que os sentimentos podem mudar e que não podemos controlar o amor. Uma boa ideia interativa é criar uma tabela com os elementos positivos e negativos dentro do casal, para que você possa decidir quais deles estão influenciando seus sentimentos atuais.

2. Seja honesto consigo mesmo e com seu parceiro

Se somos realistas, podemos entender que os sentimentos mudam e seu parceiro assimilará melhor se você for totalmente honesto e mostrar-lhe o quanto você o ama e o respeita. Se você descobriu que não o ama mais, é melhor falar com ele e dizer-lhe o que está acontecendo antes de se tornar um infiel e todos acabarem se machucando.

No caso de você sentir que ainda ama o seu parceiro atual, mas existe alguém que te atrai, é uma boa ideia falar com ele sobre isso, conversar e apoiar-se mutuamente. Até mesmo decidir se consultar com um especialista pode ser uma boa opção, pois ele pode ajudar vocês a salvar o relacionamento e ajudar cada um a agir de forma positiva em sua posição.

3. Prepare-se para enfrentar o futuro

Às vezes, nos sentimos sobrecarregados pelas situações e não sabemos como agir. Mas uma vez que tomamos uma decisão, devemos aprender a viver com ela e enfrentar o futuro, independentemente de quão bom ou ruim possa ser.

Se decidirmos continuar com nosso relacionamento atual, porque sentimos que ainda há muito para salvar e o sentimento ainda está vivo, você deve trabalhar para consolidar os vínculos, reavivar a paixão e fazer com que seu parceiro se sinta seguro de estar ao seu lado. Sob nenhuma circunstância, por pior que as coisas estejam, você deve trair sua confiança. Se ao final você vir que as coisas não funcionam, então, pelo menos, você terá o consolo de que vocês tentaram.

Por outro lado, se você decidir acabar com seu relacionamento para se entregar ao novo amor, você também deve aprender a lidar com isso, em tempos bons e ruins. Você não pode pensar que, se as coisas não funcionarem, você pode virar a página e continuar sua vida com seu parceiro anterior.

Como você pode ver, há muitas questões a ter em mente para que não tomemos decisões erradas e prejudiquemos as pessoas que amamos. Pensar claramente sobre nossos sentimentos e ser claro com o nosso parceiro nos ajudará a enfrentar o futuro diante de qualquer decisão que tomarmos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 6 dicas para lidar melhor com as críticas


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.

Recomendamos