Um estudo científico descobriu que as mulheres absorvem e r

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Um estudo científico descobriu que as mulheres absorvem e retêm DNA de seus parceiros sexuais anteriores

Date May 11, 2018 18:22

A ciência expande cada vez mais as fronteiras do que é conhecido por nós como raça humana. Dessa forma, muitas das coisas que percebemos ou temos como "padrão" podem mudar radicalmente quando são colocadas sob o microscópio da ciência. As relações sexuais são uma parte fundamental da vida, portanto seu estudo é sempre de interesse científico, e uma descoberta recente pode mudar para sempre a maneira como vemos o sexo.
 

Dean Drobot / Shuterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Gravidez sem barrigão? Saiba mais sobre gravidez silenciosa e como esse fenômeno raro pode surpreender algumas mulheres

Culturalmente, muitas vezes se pensa que quando uma mulher e um homem fazem sexo desprotegido, a única troca de DNA que pode ocorrer é a de uma gravidez e que a única consequência pode ser uma doença sexualmente transmissível. Isso era verdade até um fenômeno conhecido como microquimerismo masculino ter sido descoberto.
 

10 FACE / Shutterstock.com

Este fenômeno foi descoberto por cientistas que estudavam o cérebro das mulheres. Em muitos dos cérebros analisados, os cientistas descobriram DNA estranho para elas e, ao estudá-los com mais cuidado, eles notaram que não só havia DNA do pai de seus filhos ou de seus filhos (no caso daquelas que os tinham), mas também havia DNA de parceiros sexuais anteriores, dos quais não houve gravidez, mas sexo desprotegido.
 

 

O estudo mostrou que 63% das mulheres estudadas tinham DNA estranho em seus cérebros e que, em grande proporção, retiveram e absorveram o DNA transmitido por parceiros sexuais através do sêmen. Essas células vivas são absorvidas pelo corpo feminino e alojadas principalmente no cérebro.
 

conrado / Shutterstock.com

Então, embora pareça incrível, todo parceiro sexual que uma mulher tem literalmente deixa uma marca indelével em seu corpo. De fato, o estudo analisou casos em que uma mulher reteve DNA de um parceiro sexual por mais de 50 anos. Impressionante, não?
 

Annette Shaff / Shutterstock.com

As consequências do microquimerismo masculino ainda não são totalmente conhecidas, mas uma coisa é certa: o sexo entre duas pessoas é algo muito mais significativo e com repercussões mais profundas do que geralmente se pensa.
 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Como é o relacionamento entre pessoas do mesmo signo


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.