Projeto une solidariedade e formação de presas para confecção de próteses 3D

Inspiração

August 13, 2018 22:09 By Fabiosa

O mundo está cheio de pessoas boas e com as melhores intenções do mundo. Às vezes não se trata de ser um super-herói ou um vigilante, mas de ajudar com o conhecimento e as habilidades que você tem. Foi assim que uma ONG e um grupo de presas liderados por Gino Tubaro fabricaram uma prótese de mão impressa em 3D para uma criança de 12 anos.

Atomic Lab e o desejo de melhorar o mundo daqueles que precisam de uma prótese.

Há muitas pessoas em todo o mundo que precisam de próteses de diferentes partes do corpo. No entanto, nem todo mundo tem recursos suficientes para poder assumir os custos que isso implica. Portanto, Gino Tubaro, um inventor argentino e estudante de engenharia de apenas 20 anos, criou uma organização sem fins lucrativos, chamada Atomic Lab, para fazer próteses gratuitas para qualquer pessoa que possa precisar delas.

No entanto, Tubaro não parou por aí. Ele criou uma plataforma digital inteira para receber doações e solicitar as próteses, além de adicionar voluntários ao projeto em todo o mundo. Ele aindacriou um projeto em parceria com o Serviço Penitenciário Federal da Argentina, para que os presos pudessem se juntar à idéia e desde dentro da penitenciária ajudar a fabricar as próteses.

Hoje fomos ao Complexo Penitenciário Feminino Federal IV para conhecer o departamento de trabalho onde as mãos mecânicas 3D serão impressas e montadas, as próteses serão entregues gratuitamente por todo o país. Com este programa buscamos que as internos possam contribuir com valor para a sociedade por meio de causas solidárias de alto impacto, aprendendo novas tecnologias que irão atendê-los no momento da reinserção na sociedade.

 

Tobias recebeu sua primeira prótese de mão aos 12 anos.

O pequeno Tobias, que tem apenas 12 anos de idade, nunca teve uma mão. Mas, graças a esse projeto, um grupo de oito presas contribuiu com a ONG de Tubaro, e lhe fizeram uma prótese impressa em 3D.

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Prótese de mão do Homem-Aranha muda a vida de um garoto na Bahia

As 8 mulheres, detentas do Complexo Penitenciário Federal IV de Ezeiza, além de conhecerem o processo de fabricação das próteses a partir das impressões 3d, deram um importante passo de avanço para a reintegração social, uma vez que estejam em liberdade. Elas também interagiram com Tobias, através de videoconferência, onde ele pôde agradecer pelo gesto nobre. Aqui você pode ver um vídeo que mostra o momento:

Sem dúvida, essa é uma grande ação de Gino Tubaro, e também dessas mulheres que estão tentando se reinserir na sociedade de uma forma muito positiva. Esperamos que o inventor possa continuar com seu trabalho e dar felicidade a muito mais pessoas.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mulher tem a mão cortada pelo marido, recebe uma prótese e dá uma lição de positividade