Não há exceções: 8 coisas que, sob hipótese alguma, voc

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Não há exceções: 8 coisas que, sob hipótese alguma, você deve pensar em comprar usadas

Date June 5, 2018 17:36

Comprar objetos usados em brechós ou dar uma volta na lojinha de itens de segunda mão da sua rua é uma excelente forma de economizar e conseguir pechinchas em coisas que, de outra forma, você poderia gastar uma boa parte do seu dinheiro.

Joyseulay / Shutterstock.com

No entanto, há certos objetos que você nunca, nunca, nunca deveria comprar de segunda mão, já que poderia acabar pagando seu valor com juros devido ao mau funcionamento ou aos riscos para a saúde que eles trazem consigo.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Príncipe George alvo de ataques! Homem britânico assume culpa por incitar ataques terroristas ao pequeno herdeiro do trono inglês

Aqui deixamos uma lista de oito coisas que você nunca deveria comprar de segunda mão porque os problemas que elas trazem consigo fazem com que não valha a pena:

1. Maquiagem

Vladimir Gjorgiev / Shutterstock.com

Como regra geral, você não deveria comprar nenhum produto que em algum momento esteve em contato direto com a pele do seu dono anterior (e que você não possa lavar). Maquiagem, loções e pincéis usados, por exemplo, não só podem causar acne, como podem causar problemas mais sérios como herpes labial, conjuntivite e infecções por estafilococos. Então você já sabe, é melhor gastar um pouco em produtos novos do que gastar o dinheiro que você economizou mais adiante em consultas médicas.

2. Sapatos

Os sapatos tendem a tomar a forma do seu dono, então comprá-los usados significa que, talvez, eles não fiquem bem em você. Além disso, usar sapatos que não se moldam ao seu tipo de pé pode causar dor ao caminhar, inflamação, bolhas, dores das costas e até lesões nos seus pés.

 

3. Móveis e acessórios para bebês e crianças

Mallmo / Shutterstock.com

É uma má ideia comprar berços, cadeirinhas para carro, carrinhos, móveis e até certos brinquedos e acessórios de segunda mão para bebês ou crianças. As regras de segurança para este tipo de objeto mudam constantemente. Dessa forma, pode ser que aquele lindo berço que você comprou usado na verdade tenha sido retirado do mercado pelo fabricante porque ele descobriu algum problema que representa um risco para a segurança do seu bebê. Além disso, coisas como brinquedos ou acessórios podem conter resquícios de chumbo e causar um envenenamento no seu pequeno.

4. Capacetes

Suradech Prapairat / Shutterstock.com

Da mesma forma que as coisinhas para bebês, a tecnologia usada para desenvolver os capacetes para pessoas que andam de bicicleta e moto são atualizadas constantemente, por isso é melhor comprar um novo em vez desse capacete velho que você conseguiu em uma loja de itens usados. Além disso, os capacetes são desenvolvidos para te proteger de só um acidente e, realmente, não há uma forma de saber pelo que esse capacete usado passou.

5. Colchões e roupas de cama

FotoDuets / Shutterstock.com

Uma palavra: percevejos! Se você compra um colchão ou jogo de lençóis usados, se arrisca a dar as boas-vindas a estes asquerosos insetos que muito rapidamente podem infectar sua casa toda. É verdade que lavar a roupa de cama assim que chegar na sua casa pode matar estes parasitas, mas basta deixá-la de lado para que você tenha um grave problema nas suas mãos. E nem se fala em um colchão usado! O melhor que você pode fazer é deixar passar essa oferta e ir a uma loja oficial.

 

6. Computadores

MorePixelsShutterstock / shuuterstock.com

Os computadores podem chegar a ser incrivelmente caros, mas prometemos que vale a pena fazer este investimento. Segundo a especialista em finanças pessoais Maryalene LaPonsie, os computadores usados, por exemplo, “são um ponto de interrogação gigante”. Na verdade, você não pode estar 100% seguro de como nem para que foram usados e, se você não for um especialista em tecnologia, se arrisca a ter algum programa prejudicial passeando pelo seu disco rígido. Mas, como se não bastasse, se esse computador usado não recebeu uma manutenção adequada, sua vida útil pode ser mais curta do que você imagina.

7. Eletrodomésticos

Clari Massimiliano / Shutterstock.com

A regra anterior também se aplica a eletrodomésticos como aspiradores de pó, amplificadores de som, réguas de energia e aparelhos de televisão. Estes objetos podem ser caros, mas comprá-los de segunda mão significa que boa parte da sua vida útil já passou e que você poderia chegar a investir bastante dinheiro em consertos. Os aspiradores, por exemplo, geralmente recebem bastante pancadas enquanto são levados de um lado para outro – sem contar que trazem germes e sujeira de outra casa –, o que significa que seu funcionamento já pode estar comprometido. Por outro lado, o simples fato de que alguém queira se desfazer da sua televisão de tela plana é um sinal de alerta de que nem tudo funciona como deveria.

8. Tapetes

PhotoMediaGroup / Shutterstock

A menos que você queira ter mofo, alérgenos e manchas estranhas na sua casa, recomendamos que você compre um tapete novo. Além de tudo, não importa o quanto você esfregue essa mancha, o mais provável é que ela não saia.

Às vezes, tentando economizar um pouco de dinheiro, acabamos tomando más decisões que a longo prazo representam mais uma complicação que precisará de um novo investimento. Anote estes oito objetos que sob hipótese alguma você deveria comprar usados e conte para gente: tem mais alguma coisa que você colocaria nessa lista?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Jovem tem seu dinheiro literalmente levado pelo vento