Cientistas demonstraram que ter relações sexuais com frequência aumenta a inteligência

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Cientistas demonstraram que ter relações sexuais com frequência aumenta a inteligência

Date June 4, 2018 19:36

Quantas vezes na semana você tem relações sexuais? Há estudos que associam o sexo frequente com a inteligência.

WAYHOME studio / Shutterstock.com

 

Um estudo revelou que as relações sexuais aumentam progressivamente a produção de neurônios e, portanto, fazem com que as pessoas melhorem seu intelecto.

Esta descoberta faz parte das conclusões de uma pesquisa publicada no começo do ano 2013 por Benedetta Leuner, que é doutora do Instituto de Neurociência da Universidade de Princeton, Nova Jersey. Este estudo está disponível na revista médica "Plos One" e outros sites.

Kakigori Studio / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Um estudo científico descobriu que as mulheres absorvem e retêm DNA de seus parceiros sexuais anteriores

Muitas pesquisas demonstraram cientificamente que o sexo tem mais benefícios dos que você imagina, além de melhorar o ânimo e reduzir os níveis de estresse. Recentemente, foi descoberto que as relações sexuais frequentes aumentam o número de células nervosas.

O estudo não só mostrou que esse hábito aumenta a produção de neurônios, mas também ajuda a manter e fortalecer os milhares de corpos neuronais que existem no cérebro.

 

As descobertas de Benedetta Leuner

 

 

A extensa pesquisa foi realizada com ratos adultos de laboratórios. Os roedores foram separados em dois grupos com machos e fêmeas misturados para que pudessem ter relações sexuais, e eles ficaram em observação crítica por 14 dias.

 

 

Leuner percebeu que o primeiro grupo de roedores aumentou seus níveis neuronais e diminuiu seu nível de ansiedade. Com estes resultados, a especialista destacou que eles são aplicáveis aos seres humanos.

Este primeiro grupo foi o que fez sexo quase diariamente durante duas semanas. Nestes roedores, se notou um aumento considerável da produção neuronal e eles ficaram mais relaxados, o que se traduz em maior inteligência.

Além disso, segundo os resultados, os níveis de circulação de corticoide e a quantidade de neurônios aumentaram consideravelmente no hipocampo cerebral, que é a zona encarregada da localização espacial e da memória.

 

Embora este experimento tenha sido realizado em roedores adultos, a especialista destaca que ele é aplicável aos seres humanos. De fato, não é o primeiro estudo realizado em ratos que pode ser comparado ao funcionamento das pessoas. Pode parecer pouco lógico, mas essas espécies têm mais traços em comum do que pensamos.

 

No entanto, as relações dos seres humanos são muito mais complicadas, já que envolvem outras partes do organismo nas quais ocorrem interações complexas durante o ato sexual. A verdade é que existe a probabilidade de que, no futuro, a hipótese seja testada em humanos, por isso é bem provável que logo se comprove que o sexo multiplica os neurônios e fortalece as conexões nervosas.

Caso você tenha dúvidas, consulte-se sempre com seu ginecologista de confiança e mantenha-se a par das atualizações da área.

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Pesquisa internacional aponta que 77% das mulheres já experimentou o sonhado orgasmo múltiplo


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.