Uma colher debaixo da roupa para salvar a vida de mulheres

DICAS

Levar uma colher por debaixo da roupa para ir ao aeroporto pode salvar a vida de mulheres abusadas ou mutiladas

Date June 12, 2019 21:54

A violência contra a mulher pode acontecer de diversas formas e todas elas são absolutamente horrorosas e intoleráveis. Uma dessas maneiras de violência é o chamado casamento forçado, em que mulheres jovens, quase crianças, são obrigadas a se casar, ou são vendidas como escravas para um casamento que nunca sonharam e muito menos pediram. Sem mencionar as mutilações genitais que muitas sofrem durante esse processo.

Alessandra Siragusa / Shutterstock.com

Para evitar esses terríveis atos, muitos países proíbem o casamento de menores de idade sem a autorização explícita dos pais e o consentimento claro dos cônjuges. Não obstante, algumas pessoas sem escrúpulos utilizam-se se "brechas legais" para convencer os pais a realizar o casamento fora do país, onde esse tipo de união é aceita, e então voltar ao país de origem, casados.

Agora, a fim de auxiliar essas mulheres, uma campanha vem promovendo o uso de uma colher.

kritskaya / Shutterstock.com

A ideia pode parecer maluca, afinal, como uma menina pode usar uma simples colher para se defender de um casamento arranjado? Não estamos falando de utilizar esse talher para atacar o agressor, já que essa atitude não teria nenhum efeito positivo e, pelo contrário, despertaria a ira do suposto marido. Mas sim, se trata de escondê-la por debaixo da roupa antes de ir para o aeroporto.

Yuganov Konstantin / Shutterstock.com

A colher fará com que os detectores de metal disparem e a equipe de segurança se apresentará imediatamente. A mulher então será levada para uma sala privada e então poderá falar sobre sua situação. 

Por sua parte, a equipe de segurança do aeroporto poderá entrar em contato com as autoridades responsáveis pelo caso ou com agências de proteção à mulher e, finalmente, elas receberão a ajuda que tanto precisam.

Andrey Burstein / Shutterstock.com

A campanha foi lançada originalmente na Europa, onde o número de casamentos arranjados fora do país, em que se utilizam meninas menores de idade, cresce de forma descontrolada. No entanto, essa ação vem ganhando muita popularidade no resto do mundo e vem chegando em países que possuem o mesmo problema.

A principal idea da campanha é dar às mulheres, que são muito propensas a se ver neste tipo de situação, uma forma eficiente e discreta de levar o caso às autoridades e alarmar aqueles que podem mudar este panorama. Além disso, é importante que as equipes de segurança de aeroportos ao redor do mundo estejam preparadas para lidar com casos como esse e que seus agentes saibam exatamente o que fazer.

271 EAK MOTO / Shutterstock.com

Ainda hoje, ao redor de todo o mundo, milhares de mulheres sofrem mutilações ou são obrigadas a casar com uma pessoa que não conhecem e com quem não desejam estar. Campanhas como esta se tornam uma grande esperança para elas e podem trazer benefícios inestimáveis para a vida de muitas jovens.