Todos achavam que ela morreria por causa da sua doença cardíaca, mas a fé da sua família conseguiu o inimaginável

Notícias

June 8, 2018 14:52 By Fabiosa

Neste mundo tão acelerado em que vivemos, a maioria das notícias que escutamos tende a ser negativa, por isso perder a fé é muito fácil. No entanto, a família Torres, de Naples, Flórida, recebeu neste mês de maio uma demonstração definitiva de que suas orações foram escutadas.

MIA Studio / Shutterstock.com

Annie Torres deu à luz Lucia em dezembro do ano passado, mas a pequena nasceu com um problema chamado miocardiopatia hipertrófica. Esta doença significa que as paredes do coração da pequena Lucia eram mais grossas que o normal, o que impedia seu funcionamento. Assim, era necessário um transplante de coração para que a bebê pudesse viver.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Bebê nasce em supermercado e ganha um ensaio fotográfico mais que adequado

Lucia estava tão doente que os médicos a mantiveram hospitalizada desde seu nascimento, lutando para mantê-la com vida. A família Torres, enquanto isso, não hesitou em se reunir para apoiar Annie e Victor.

De fato, Liz Vargas, a irmã de Annie, é a principal responsável por arrecadar aproximadamente $65.000 para pagar os gastos médicos que o plano de saúde da família não cobria. Além disso, ela organizou vários grupos de oração para pedir pela rápida recuperação da sua sobrinha.

 

Lucia entrou para a lista de espera no dia 1º de março e, há algumas semanas, a família dos Torres (tanto na Flórida como em Chicago) organizou um grupo de oração em sincronia por nove dias. O nono e último dia de oração foi justamente no Dia das Mães. No dia seguinte, Annie recebeu a tão esperada ligação: havia um coração disponível para Lucia.

Liz Vargas acredita que não foi uma coincidência, mas sim providência. A operação transcorreu com total normalidade e a pequena Lucia se recupera como uma grande campeã. Para os Torres, a oportunidade que sua filha tem para crescer e ser feliz é um milagre, apesar de estar tomada por um sentimento de tristeza. Os Torres não esquecem que o coração de Lucia significa que outra família perdeu seu filho.

“Nossa família está de luto pela família que perdeu seu bebê, e nós nunca subestimaremos esta oportunidade. Sei que Deus tem grandes planos para a nossa Coração Valente e não podemos esperar para ver o que o futuro nos aguarda.”

Essas foram as palavras que escreveu Liz Vargas em HelpHopeLove, a página onde conduz a campanha de arrecadação de fundos para os Torres.

Enquanto isso, os Torres continuam recebendo demonstrações de apoio e de carinho. Os colegas de Annie – que trabalha como professora na escola de ensino fundamental Golden Gate – doaram o valor de suas licenças médicas para que Annie pudesse ficar no hospital com Lucia.

Fonte: Naples Daily News, The Western Journal

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O poder do vínculo comove o Brasil: bebê abraça a mãe ao nascer