Homem compra um zoológico abandonado e o transforma em um incrível parque de vida selvagem com diferentes tipos de animais!

Animais

July 18, 2017 16:40 By Fabiosa

Anos atrás, um homem chamado Peter Sampson comprou um zoológico aos pedaços que havia sido nomeado como o pior da Grã-Bretanha.

Na época, Peter não sabia muito sobre animais, mas sentiu a necessidade de transformar o local. Ele pagou mais de £100.000 (cerca de R$400.000) pelo parque de animais em 1984.

Peter se recorda:

“Sempre gostei de um desafio e decidi me atirar nisso. Vendo o estado dos animais, algo em mim queria melhorar suas vidas, sem nenhum motivo de lucro. Você poderia escrever o que eu sabia sobre animais na parte de trás de um selo postal.”

Inicialmente, ele planejou usar o lugar para armazenar sua frota de 70 ônibus.

“Eu pensei que talvez eu pudesse recuperar a saúde dos animais e vendê-los ou usá-lo para pequenas excursões escolares, e depois usar a terra restante para a minha frota.”

Mas quando conheceu os habitantes do zoológico, Bobby o leão, alguns répteis, camelos e alguns animais de fazenda, ele sentiu algo diferente. Os planos para os seus ônibus seriam suspensos.

Ele recebeu 18 meses para arrumar o parque. Ele e seus dois filhos começaram a elaborar um plano. Certamente não era um feito fácil, mas ele estava determinado. Seu filho Steve tinha 22 anos na época e Lynn, sua filha, tinha 21 anos.

As pessoas disseram que não funcionaria e chamaram Peter de idiota por investir tanto dinheiro e energia em um zoológico em ruínas. Mas isso apenas inspirou Peter a trabalhar mais.

Eles demoliram e reconstruíram estruturas antigas, adicionaram algumas facilidades necessárias, como sala de veterinário, sala de preparação de alimentos e muito mais.

Em 1º de abril de 1986, o zoológico reabriu e agora, 31 anos depois, tornou-se o lar de mais de 500 animais. O Paradise Wildlife Park agora tem um Prêmio de Ouro pelo seu programa de criação e bem-estar dos animais. Eles também tiveram a honra de criar o primeiro filhotinho de jaguar da Grã-Bretanha.

Crédito: mirror.co.uk

Peter, agora com 77 anos, revela que o parque recebe mais de 300 mil visitantes por ano e eles criam criaturas como pinguins, gibões, micos, saguis e lêmures.

"Foi assustador", admite Steve. "Mas foi muito emocionante pensar no potencial para criar algo novo e diferente".

Fonte: Mirror