As crianças precisam de mais amor quando elas menos merecem: uma história sobre um espel

FAMÍLIA & CRIANÇAS

As crianças precisam de mais amor quando elas menos merecem: uma história sobre um espelho quebrado

Date 3 de outubro de 2017

Existe um episódio de "Friends" em que Chandler abre o armário secreto da Monica que estava repleto de coisas desnecessárias e velhas que ela não sabia onde guardar. Monica ficou muito chateada porque não queria que Chandler visse aquele lado bagunçado dela, já que ela sempre foi um epítome da boa organização e autodisciplina. E então, Chandler lhe diz a melhor coisa de todas,

Querida, eu não te amo porque você é organizada. Eu te amo, apesar disso.

Essas palavras não são apropriadas apenas para homens e mulheres de todas as idades, mas concluem a nossa atitude em relação às crianças.

Tomsickova Tatyana / Shutterstock.com

Kathleen Fleming escreveu essa história depois de um incidente que aconteceu uma quarta-feira em sua casa. Ela entrou no corredor apenas para encontrar milhões de pedaços de vidro quebrado espalhados por todo o chão. Seu filho, com raiva de alguma coisa, saiu do banheiro, bateu a porta com tanta força que um espelho, que estava pendurado nela, caiu e quebrou.

Surpreendentemente calma, ela colocou o cachorro para fora da casa e colocou o gato no porão, para que eles não cortassem as patinhas.

Birute Vijeikiene / Shutterstock.com

Então, ela saiu de casa e foi para o quintal, e não conseguiu mais se conter. Em sua história, ela escreveu,

É incrível o quão sozinho você pode se sentir como uma mãe solteira em momentos assim. Eu percebi o quanto eu estava assustada e desapontada. Isso aconteceu de verdade? Sim. Isso foi real.

Você parece estar mantendo tudo sob controle, como ser uma mãe perfeita ou uma boa parceira, mas aí, algo como isso acontece, e você simplesmente arrebenta como um vulcão gigante jorrando lava fervendo.

OhEngine / Shutterstock.com

Enquanto Kathleen tentava se acalmar, ela ouviu seu filho chorando pela janela do banheiro. Ele estava obviamente aborrecido e assustado. Kathleen sentiu que seu filho precisava dela naquele momento. No entanto, ela se sentia irritada, chateada e vulnerável. Felizmente, ela encontrou forças para chegar até ele e segurá-lo nas mãos. O menino sussurrou através das lágrimas,

Mamãe, nunca mais vou fazer isso, eu sinto MUITO.

Kathleen é uma boa mãe, já que entende uma verdade simples: os nossos filhos precisam de todo o nosso amor e de todo o nosso apoio no momento em que amar ou apoiar parece ser uma coisa impossível de ser feita. Mas, é nesse exato momento que eles mais anseiam por isso. As crianças sequer podem perceber isso sozinhas, mas você, como pai, precisa descobrir por conta própria como se aproximar delas e fazer com que elas se sintam seguras quando estão vulneráveis.

Marius Pirvu / Shutterstock.com

Kathleen e seu filho limparam o chão dos pedaços quebrados. O corredor parecia arrumado de novo. Mas o que é mais importante, o filho de Kathleen entendeu que quando ele sentir raiva, medo ou vergonha novamente, ele pode pedir ajuda para a mãe. Kathleen estará sempre pronta para ajudar.

Referência: Majesticunicorn