Infecção por listeria: sintomas, fatores de risco e prevenção

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Infecção por listeria: sintomas, fatores de risco e prevenção

Date December 11, 2017 12:44

Quão grave é a infecção por listeria?

A infecção por listeria (listeriose) se desenvolve após o consumo de alimentos contaminados com bactérias listeria. Pessoas saudáveis ​​raramente apresentam sintomas graves e geralmente não requerem tratamento. Mas a infecção representa um risco especial para alguns grupos de pessoas, incluindo mulheres grávidas e pacientes com câncer submetidos a quimioterapia.

Quais são os sintomas da listeriose?

Os sintomas da listeriose geralmente se desenvolvem alguns dias depois de comer alimentos contaminados. Em alguns casos, os sinais da doença começam a surgir 30 dias ou mais depois de uma pessoa se infectar.

Os sintomas são os mesmos de intoxicação alimentar ou outras causas e são:

- febre;

- calafrios;

- dores musculares;

- náusea e vômito;

- diarreia.

Se a infecção se espalhar para o sistema nervoso, os sintomas são os seguintes:

- forte dor de cabeça;

- torcicolo;

- confusão;

- perda do equilíbrio;

- convulsões.

A infecção por listeria pode levar à meningite se se espalhar para o cérebro.

Os sintomas em lactentes são:

- má alimentação;

- irritabilidade;

- temperatura corporal superior ou inferior ao normal;

- problemas respiratórios;

- vômitos;

- erupção cutânea.

Quando ir ao médico

Procure ajuda médica urgente se:

- você está grávida e tem febre, calafrios ou outros sintomas, mesmo que sejam leves;

- seus sintomas são intensos;

- há sinais de que a infecção se espalhou para o sistema nervoso;

- seu filho tem sintomas.

Quem corre o risco de uma listeriose grave?

Esses grupos de pessoas correm maior risco de listeriose e complicações mais graves:

- pessoas com mais de 65 anos;

- lactentes;

- mulheres grávidas - as  mulheres em si geralmente têm apenas sintomas leves, mas existe um alto risco para os bebês (como aborto espontâneo, parto fetal ou infecção potencialmente fatal por listeria após o nascimento);

- pessoas com um sistema imunológico comprometido, como pacientes com HIV/AIDS e pacientes com câncer submetidos a quimioterapia.

Casos graves são geralmente tratados com antibióticos intravenosos.

Como você pode prevenir a infecção por listeria?

A higiene alimentar adequada é importantíssima para a prevenção da listeriose. Para diminuir o risco de listeriose, faça o seguinte:

- lave bem as mãos com sabão e água morna depois de usar o banheiro e antes e depois de preparar ou manipular alimentos;

- lave com cuidado as superfícies e os utensílios da cozinha, especialmente após a preparação de carne crua, aves e ovos;

- lave frutas e vegetais crus usando uma escova de limpeza ou uma escova de vegetais;

- cozinhe os alimentos cuidadosamente, use um termômetro de alimentos limpos para verificar se o seu alimento está suficientemente quente para um consumo seguro;

- mantenha os alimentos crus separados dos alimentos prontos para consumo; não coloque carne crua em cima dos alimentos que já estejam preparados para comer na geladeira;

- armazene alimentos de acordo com as instruções nas etiquetas.

Pessoas que correm alto risco de listeriose (especialmente mulheres grávidas) devem evitar esses alimentos:

- patê refrigerado ou pastas ou patês de carne;

- frutos do mar defumados refrigerados;

- cachorros-quentes, frios e carnes congeladas (a não ser que sejam aquecidos novamente);

- queijos macios, leite cru e produtos preparados a partir de leite cru.

Referências: NHS UK, Mayo Clinic, WebMD, Mayo Clinic News Network


Esta publicação é apenas para fins informativos. Não se destina a fornecer conselhos médicos. A Fabiosa não se responsabiliza por possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, modificação da dieta, ação ou aplicação de medicamentos, que resulta da leitura ou seguimento da informação contida nesta publicação. Antes de realizar qualquer tipo de tratamento, o leitor deve consultar seu médico ou outro profissional de saúde.