Adotar um animal de estimação e outras 6 maneiras simples de tornar o ambiente doméstico mais saudável

Inspiração

O lugar onde você vive pode ser tanto prejudicial ou benéfico para a sua saúde. Não há muito que se pode fazer a respeito da poluição da água e do ar, mas há algumas coisas que você pode mudar em casa para torná-la mais segura e mais saudável. Sua casa, na verdade, reflete o estado de sua mente, portanto o ideal é transformá-la em um ambiente que melhora a sua saúde mental e seu bem-estar físico.

Aqui estão algumas sugestões de mudanças que você pode fazer em casa para tornar a sua vida melhor:

1. Reduzir a quantidade de produtos químicos prejudiciais à saúde

Podemos supor que, se certos produtos de limpeza estão no mercado, eles devem ser seguros. Os produtos de limpeza que contêm amoníaco, cloro e outras substâncias são utilizados há décadas, mas o seu efeito prejudicial para a nossa saúde já foi comprovado. Alternativas mais seguras incluem vinagre, bicarbonato de sódio, peróxido de hidrogênio e até o suco de limão, que pode ser aplicado de diferentes formas e pode substituir a maioria dos produtos de limpeza tóxicos. Você também pode tentar algumas maneiras naturais para se livrar dos hóspedes indesejados, tais como baratas, formigas e ratos, em vez de utilizar pesticidas.

2. Fazer algumas mudanças em sua cozinha e ter hábitos alimentares mais saudáveis

Se você mantém uma tigela de doces sobre a mesa, substitua os doces por algo saudável, como maçãs, laranjas e bananas. Mantenha outros alimentos (especialmente se eles não forem saudáveis) “fora de vista”, na geladeira e nos armários, assim você não será tentado a comer inadequadamente entre as refeições. E você provavelmente já ouviu que pratos menores podem ajudar a controlar as porções que você consome, certo? Alguns estudos comprovam a eficácia do método. Além disso, se o alimento e os pratos são de cores contrastantes, é provável que você coma menos também.

3. Remover a poeira

A poeira pode piorar suas alergias. Ela também pode conter certas quantidades de produtos químicos nocivos. Remova o pó das superfícies com um pano molhado e passe o aspirador regularmente. Preferencialmente, use um aspirador com uma forte sucção e um filtro HEPA.

4. Lavar as mãos

Certifique-se de que a primeira coisa que você faz quando chegar em casa é lavar as mãos. Ensine seus filhos a lavar as mãos corretamente também. Use sabonete comum em vez de alternativas antibacterianas e lave as mãos com água corrente por pelo menos 20 segundos.

5. Adotar um animal de estimação

Ter um animal em sua casa realmente pode deixar sua vida mais saudável. Já foi comprovado que ter um gato ou um cão ajuda a diminuir os níveis de estresse e, consequentemente, o risco de doenças cardiovasculares. Além disso, cães de grande porte obrigam seus donos a serem mais ativos fisicamente. Você pode sair com eles para um passeio matinal, mas pense também na quantidade de tempo e esforço que é necessário para dar um banho em seu amigão peludo - você vai queimar muitas calorias! Mas atenção: se você não tem muito tempo para gatos e cães, prefira os peixes, que são animais de baixa manutenção e não precisam de seus proprietários para entretê-los. Basta olhar estas pequenas criaturas silenciosas nadar em seu aquário e você vai se sentir mais calmo e feliz.

6. Colocar algumas plantas dentro de casa

Além de absorver o dióxido de carbono e oxigênio, as plantas podem purificar o ar em sua casa. De acordo com o NetDoctor, a hera e algumas espécies de samambaias e begônias são escolhas excelentes.

7. Seja sensato quando o assunto é iluminação

Se você não trabalha à noite, abra suas cortinas para deixar a luz do sol despertá-lo. E se você quiser ter um sono de qualidade, apague as luzes para dormir e diminua o tempo que você passa na frente da televisão ou do computador antes de ir para cama. Assim, seu ritmo circadiano não sofre alterações que perturbam o sono.

Essas alterações podem ajudar você a se sentir mais confortável e mais saudável em sua casa e podem contribuir para um ambiente onde você queira estar.

Fonte: WebMD, NetDoctor, Bustle


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.