Sir Mark Rylance diz que a atuação o ajudou a lidar com a morte de sua enteada

Sir Mark Rylance diz que a atuação o ajudou a lidar com a morte de sua enteada

Celebridades

January 10, 2018 12:27 By Fabiosa

Sir Mark Rylance admitiu que perdeu muitas pessoas queridas nos últimos 10 anos, mas que foi profundamente afetado pela perda de sua enteada, Natasha. Ele encontrou um bálsamo para esta tragédia na atuação.

Sir Mark Rylance

gettyimages

Sir Mark Rylance é um ator, diretor de teatro e compositor inglês de 57 anos. Seu último papel foi em “Dunkirk”, lançado em 2017. O filme é baseado nos eventos que desencadearam a evacuação britânica durante Segunda Guerra Mundial. Ele também aparecerá no filme “Jogador nº 1”, de Steven Spielberg, que chegará aos cinemas em 2018.

O ator ganhou o Oscar e o Prêmio BAFTA como melhor ator coadjuvante por sua interpretação de Rudolf Abel em “Ponte dos Espiões”, de 2015. Mark também interpretou Thomas Cromwell na minissérie da BBC “Wolf Hall”, uma adaptação do aclamado livro de Hilary Mantel.

Rylance é considerado um dos melhores atores de teatro de sua geração. Em 2016, ele foi incluído na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo de acordo com a revista Time.

O drama por trás de Thomas Cromwell

gettyimages

Originalmente, Rylance queria recusar o papel de Thomas Cromwell, mas havia algumas semelhanças trágicas entre seu personagem na série e sua vida pessoal. Enquanto a esposa e a filha de Cromwell não sobreviveram à peste negra, sua própria enteada, Natasha, com 28 anos, faleceu em consequência de uma súbita hemorragia cerebral. Ele foi convencido por sua esposa Clair a aceitar o papel.

Ela disse a ele:

Aceite; leia o livro e aceite o papel. Não é a parte principal da história. Não é um emblema de honra definindo sua vida — outras pessoas passaram por tragédias pessoais, tão arrasadoras e intensas; mas todos os artistas tiram o máximo de si... O que mais você pode fazer?

Finalmente, ele aceitou o papel. A série foi um grande sucesso, ganhando um prêmio no Globo de Ouro. Rylance também foi indicado ao Prêmio Emmy: Melhor Ator em Minissérie ou Filme.

Atuar o curou

via GIPHY

A tragédia inesperada afetou Mark Rylance profundamente. Ele tinha um vínculo especial com sua enteada. A atuação tornou-se a coisa mais importante em sua vida e ajudou o ator a lidar com suas emoções. Ele disse:

Atuar sempre foi uma cura para mim.

Rylance disse que tem certeza de que a alma de sua enteada ainda vive em algum lugar do Universo. A saudade de Natasha é imensa, mas ele acredita que um dia eles se encontrarão novamente na próxima vida.