Como fazer seus filhos obedecerem sem gritar ou bater

Inspiração

March 20, 2018 06:53 By Fabiosa

Psicólogos afirmam que as palmadas e outras formas de punições físicas não contribuem para ajudar as crianças a melhorar seu comportamento. Ao contrário, essas práticas podem resultar em comportamentos ainda piores. Vários estudos comprovaram que o castigo físico pode realmente afetar o desenvolvimento das crianças em longo prazo.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Testemunhar as discussões dos pais: como isso afeta a saúde emocional das crianças

No entanto, você pode conseguir que seus filhos se comportem sem gritar ou bater. Aqui estão cinco estratégias:

1. Invista em seu relacionamento

Se você deseja que seus filhos sejam mais cooperativos, tente melhorar seu relacionamento com eles em vez tentar mudá-los. O comportamento inadequado pode ser muito desencorajador, pois você pode acabar acreditando que não é uma boa mãe enquanto seus filhos podem pensar que nunca fazem nada certo. Mude seu foco: em vez de corrigir o comportamento do seu filho, crie oportunidades para fazer algo efetivo e estimulante juntos. Crie vínculos mais fortes e dê respostas positivas aos seus pimpolhos todos os dias.

2. Mantenha a calma

Sim, pode ser complicado, mas todos nós já perdemos a paciência. Você diz ao seu filho que é hora de ir para a cama e ele grita "Não!". Em tal situação, é possível fazer muito mais do que perder a calma e gritar. Aparentemente, enfrentamentos não promovem cooperação. Eles apenas contribuem para promover irritação e, consequentemente, seu filho vai se opor a você cada vez mais. O segredo é se controlar. Ao manter a calma, você mostra aos seus filhos como lidar com as emoções. Consequentemente, isso os ensina a controlar seu próprio comportamento, de maneira que você não precisa mais se preocupar tanto.

3. Estabeleça limites bem definidos

Algumas crianças acreditam que podem fazer o que bem quiserem e conseguir tudo o que desejam. Entretanto, é essencial estabelecer regras rígidas, pois estas ensinam disciplina à criança. Quando você espera que seus filhos se comportem de certa maneira, é importante lhes explicar por que isso é importante. Se seus filhos entendem que existem motivos por trás de cada regra importante, eles serão mais propensos a cumpri-las.

4. Concentre-se em empatia

Todo mundo tem sentimentos e emoções, mas crianças pequenas nem sempre entendem esse fato. Sua tarefa como mãe ou pai também é lhes ensinar empatia. Procure aproveitar as oportunidades que surgem naturalmente, pois pode ser difícil explicar o conceito de empatia ao seu filho. Pergunte a seus filhos sobre seus sentimentos e peça que prestem atenção às emoções de outras pessoas.

5. Use frases com "eu"

As crianças aprendem muito cedo a reagir às intermináveis ​​proibições impostar por seus pais. Quando seus comandos não produzem resultados, reformule-os. Use frases começando com "eu" para que seus filhos possam reconhecer a relação entre suas ações e suas reações.

Fonte: Parenting, Parents, HuffPost

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 8 pais que não sabem quando parar com suas brincadeiras!


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.