Dor intensa no seu peito pode ser um sinal de neuralgia

O coração e tudo relacionado a ele é uma das maiores preocupações com a saúde no mundo. De acordo com as estatísticas da Organização Mundial da Saúde, as doenças cardíacas e os acidentes vasculares cerebrais são as principais causas de morte no mundo todo.

Hoje em dia, muitas pessoas buscam entender as diferenças entre uma doença cardíaca e neuralgia, pois o medo de um ataque cardíaco geralmente leva ao pânico e a preocupações injustificadas.

Se a dor ocorrer na área do coração, não entre em pânico! Às vezes, tais sintomas enganosos são causados ​​por neuralgia intercostal. É muito importante distinguir pelo que exatamente você está passando para escolher o método de tratamento correto.

Como diferenciar a dor

A neuralgia se manifesta como dores paroxísticas, acompanhadas de formigamento, sensações ardentes no peito e, em alguns casos, entorpecimento de certas partes do corpo, principalmente as mãos. A dor lancinante pode irradiar sob o ombro e a parte inferior das costas.

A dor no caso de neuralgia geralmente é prolongada e pode incomodar, principalmente, às noites. As sensações dolorosas são reforçadas ao mudar de posição, caminhar e flexionar. Além disso, a dor torna-se mais forte com tosse, inalação profunda ou exalação e espirros.

Dor intensa no seu peito pode ser um sinal de neuralgia

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 14 das piores dores causadas por problemas de saúde que uma pessoa pode sentir

A dor do coração, diferente da neuralgia, é de curta duração. Ela desaparece em 2 minutos depois de tomar um comprimido de nitroglicerina. No entanto, já houveram casos que o paciente sentiu dor prolongada após um ataque cardíaco.

A dor que precede um ataque cardíaco geralmente não muda na hora de inspiração ou exalação profunda, com as alterações na posição do corpo e durante o movimento. No caso de ataque cardíaco, distúrbios do ritmo dos batimentos, bem como o aumento ou queda da pressão arterial são comuns.

Atividade física

Se você sentir dor quando for malhar, caminhar ou subir as escadas, isso geralmente não tem nada a ver com o coração.

A dor no coração quase sempre  passa quando uma pessoa deixa de realizar qualquer atividade física em 2-3 minutos. No caso da neuralgia intercostal, a dor na maioria das vezes não desaparece.

Idade e sexo

A idade mais avançada é um fator de risco para doenças cardíacas (homens após 35 e mulheres após 40), enquanto a neuralgia pode ocorrer em crianças também.

As estatísticas mostram que as doenças cardiovasculares são mais propensas a afetar os homens. As mulheres até 40 anos  são muito menos propensas a patologias cardíacas. No entanto, com o início da menopausa, o número de doenças cardíacas entre as mulheres aumenta.

A doença cardíaca é motivo de preocupação, mas se a dor aguda no peito durar muito tempo, aumentar ao alterar a posição do corpo ou ocorrer durante os exercícios e você é jovem, provavelmente, o problema não tem nada a ver com seu coração.

Você não precisa sair correndo por qualquer dor no peito, mas seja o que for é importante procurar um médico.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Confira outras 4 dores tão intensas quanto a dor de parto!


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.