Apresentações de circo são de tirar o fôlego, mas por trás da bela apresentação se esconde o terrível abuso de animais

Os animais nem sempre foram utilizados em circos, mas rapidamente se tornaram uma das partes essenciais desse tipo de espetáculo. Embora eles certamente contribuam para a apresentação de qualquer programa com todos os truques alucinantes e espetaculares, o abuso de animais de circo continua sendo uma questão muito controversa. Muitas pessoas acreditam que tal prática deveria ter sido banida desde o início, quando os primeiros animais apareceram no começo do século XIX, simplesmente para fins de exibição.

Isaac A. Van Amburgh é considerado o primeiro homem a se apresentar com animais, bem como o primeiro treinador de animais. Desde então, milhares de casos de abuso de animais foram documentados: de negligência a abuso físico. Como você treinaria um leão adulto para não comer um humano se não com a ajuda de alguma forma de violência contra ele? A verdade é que a história do abuso de animais em circos é absolutamente repugnante.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Resgate de filme! Homens resgatam no laço um cachorro que era arrastado pela correnteza!

Apresentações de circo são de tirar o fôlego, mas por trás da bela apresentação se esconde o terrível abuso de animaisavtor painter / Shutterstock.com

A utilização de animais em circos: prós e contras

Infelizmente, o problema do abuso de animais em circos chamou a atenção do público apenas recentemente devido às inúmeras ações judiciais. Há muitos pontos de vista sobre a possível solução: simplesmente melhorar a qualidade das condições de vida dos animais até eliminar completamente os animais dos circos. Embora os circos contemporâneos não usem animais ao contrário dos tradicionais, há um lado positivo da questão. Vamos dar uma olhada nos prós e contras dos animais em circos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Tipos de abuso contra os animais: desde a negligência dos proprietários até o comércio de peles e brigas de cães

Os prós:

  1. Alguns animais estão à beira da extinção, especialmente elefantes e tigres. Criar esses animais em cativeiro aumentaria as chances de sobrevivência deles.
  2. As tradições culturais são certamente algo pelo qual vale a pena lutar. A Espanha tem touradas (o que é extremamente cruel), enquanto nós temos circos com animais. É aqui que diferentes pontos de vista sobre o termo abuso de animais colidem.
  3. Muitos circos simplesmente vão à falência sem suas apresentações animais.

Apresentações de circo são de tirar o fôlego, mas por trás da bela apresentação se esconde o terrível abuso de animaisAnkor Light / Shutterstock.com

Os pontos negativos:

  1. As razões mais óbvias pelas quais os animais não deveriam estar em circos são o abuso contínuo e as condições de vida horríveis e fora do que seria natural. Todo grande circo que usa animais violou os padrões de cuidado com animais.
  2. A maior parte do tempo eles passam atrás das grades.
  3. Os animais envelhecem e tornam-se impróprios para performances. Embora alguns circos apoiassem seus próprios animais aposentados, outros, com frequência, simplesmente os sacrificavam.
  4. Existem vários casos de pessoas e especialmente crianças que morreram por ataques de animais selvagens “treinados” que foram executados.
  5. A elefoa de 20 anos, Tyke, se rebelou e fugiu do circo em agosto de 1994. Ela deixou muitas pessoas gravemente feridas e até matou seu treinador. Nem um único animal nascido em circos foi solto na natureza. Esses animais estão sendo treinados para realizar esse trabalho na maioria das vezes desde a infância.

Apresentações de circo são de tirar o fôlego, mas por trás da bela apresentação se esconde o terrível abuso de animaisDavid Tadevosian / Shutterstock.com

O Abuso de animais em circos: 5 fatos horríveis

  1. O abuso físico é um tipo predominante de abuso de animais em circos para fins de treinamento.
  2. A privação de comida e água também são práticas comuns.
  3. Até 31 elefantes do circo morreram prematuramente no período de 1994 a 2005. Desde 1990, até 126 grandes felinos morreram apenas nos circos dos EUA. Além disso, os animais selvagens mataram 23 seres humanos.
  4. Os animais de circo passam a maior parte de suas vidas viajando acorrentados, em pequenas gaiolas, geralmente dormindo em suas próprias fezes.
  5. Os animais costumam enlouquecer em condições não naturais: andar incessantemente, se machucar, cair em depressão. Embora existam leis rigorosas contra a crueldade contra animais em circos, a maioria dos casos é ignorada, inclusive as mais graves. Portanto, esses circos continuam abusando de animais e ganhando dinheiro com isso.

Apresentações de circo são de tirar o fôlego, mas por trás da bela apresentação se esconde o terrível abuso de animaiseddtoro / Shutterstock.com

Acreditamos que apenas as pessoas que não conhecem sobre o abuso horrível que estes animais sofrem podem ser entretidas por eles no circo. É por isso que esses circos não podem mais ser considerados programas familiares.

A grande questão é por que alguém apoiaria esses horríveis maus tratos aos animais? Só por causa do entretenimento e dinheiro? Acreditamos que tal abuso de animais ultrajante não deve ser tolerado. Se você se tornou uma testemunha de abuso de animais de circo, informe a sua comunidade local ou ligue para a polícia. E lembre-se, cada bilhete de circos com animais comprados, está diretamente ligado ao sofrimento dos animais. Vamos tornar este lugar um pouco melhor para todos, incluindo os animais.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: De partir o coração: seis anos depois da morte do dono, cachorro sente seu cheiro e tem uma reação comovente