Pessoas mais velhas raramente conseguem se proteger. É impo

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Pessoas mais velhas raramente conseguem se proteger. É importante conhecer os sinais de abuso contra idosos para ajudá-los

Date November 26, 2018 15:00

Diariamente, é possível testemunhar centenas de crimes velados em curso. Milhares de pessoas cruzam nosso caminho, milhares de rostos diferentes, que provavelmente nunca mais veremos e sequer teremos condições de futuramente reconhecer. Você para e tenta ajudar quando vê um gatinho perdido, certo? Mas e se você encontrar um adulto mais velho que precise de  sua ajuda mesmo que ele não venha a pedir? Você ajudaria?

Pode ser extremamente difícil para os idosos cuidarem de si mesmos. Além disso, muitas vezes eles se tornam vítimas de abuso contra idosos cometidos principalmente por seus familiares ou no lar de idosos. Imagine que você percebe uma mulher mais velha, machucada, sentada em silêncio na rua e não pedindo dinheiro. Você se importará em saber se ela precisa de ajuda? Se assim for, este artigo irá ajudá-lo a identificar o abuso contra idosos que vive acontecendo ao nosso redor.

Pessoas mais velhas raramente conseguem se proteger. É importante conhecer os sinais de abuso contra idosos para ajudá-losmrmohock / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Gaslighting é uma forma de abuso psicológico muito mais sutil do que se imagina

Um caso horrível de abuso no lar de idosos

Caso você ache que a mídia exagera no problema do abuso contra idosos em lar de velhinhos, leia a seguinte história. A família Younes registrou o abuso repugnante contra Hussein Younes, de 89 anos, por meio de uma câmera escondida. As câmeras conseguiram filmar apenas dois dias do show de horror em Autumnwood Livonia, o pior é pensar que o senhor viveu lá por meio ano.

Pessoas mais velhas raramente conseguem se proteger. É importante conhecer os sinais de abuso contra idosos para ajudá-losDaily Mail / YouTube

Younes foi chutado, jogado, esbofeteado, além de terem gritado com ele. A família notou várias contusões inexplicáveis e cortes em seu corpo. O horror retratado no vídeo ilustra a dura realidade em que vivemos. Acreditamos que tais "cuidadores" devam não apenas ser demitidos, mas sim presos.

Sinais de abusos contra idosos

Os parentes de Younes conseguiram identificar o abuso contra os idosos graças a diferentes sinais específicos. Imaginem por quanto tempo ainda o homem sofreria de tais abuso se os membros da família não conseguissem identificar que algo de estranho estava acontecendo. Todos nós precisamos reconhecer os sinais do abuso contra os idosos para evitar que situações semelhantes aconteçam aos nossos entes queridos. Lembre-se, o abuso contra idosos acontece de diferentes formas e acontece não apenas em lares de idosos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Aviso! O abuso infantil ocorre com mais frequência do que você pode imaginar

Veja abaixo alguns sinais de violência física contra os idosos:

  • contusões inexplicáveis, cortes, novas cicatrizes, especialmente se as lesões são simétricas e aparecem em ambos os lados do corpo;
  • ossos quebrados de forma inexplicável, luxações e tensões musculares;
  • óculos quebrados, roupas rasgadas;
  • marcas no pescoço.

Pessoas mais velhas raramente conseguem se proteger. É importante conhecer os sinais de abuso contra idosos para ajudá-losBarbara Sauder / Shutterstock.com

Sinais de abuso emocional contra idosos

  • ser controlado e ameaçado pelo cuidador;
  • mudança no comportamento do idoso: depressão, apatia ou o surgimento de sintomas parecidos com demência, ao ponto de murmurar para si mesmo. 

Sinais de negligência (ou auto-negligência) contra idosos

  • sinais de desnutrição e desidratação;
  • feridas não tratadas;
  • condições de vida insalubres e inseguras;
  • más condições de higiene
  • abandono de idosos em locais públicos.

Sinais de abuso financeiro contra idosos

  • saques de valores significativos das contas dos idosos;
  • mudança radical da situação financeira do idoso;
  • falta de dinheiro ou de itens na casa do idoso;
  • mudanças repentinas nos documentos, como testamentos, procuração, etc.

Pessoas mais velhas raramente conseguem se proteger. É importante conhecer os sinais de abuso contra idosos para ajudá-losBerna Namoglu / Shutterstock.com

Como prevenir o abuso contra os idosos ?

Qualquer um pode fazer algo para melhorar a vida de seus parentes mais velhos. Embora existam muitas causas potenciais de abuso de idosos, e, infelizmente, é muito difícil protegê-los de todas as ameaças possíveis, você pode seguir estas recomendações para reduzir significativamente os índices de abuso contra idosos:

  1. Mantenha os idosos fisicamente e socialmente ativos. O isolamento e um estilo de vida sedentário podem levar a diferentes tipos de doenças e auto-negligência;
  2. Nunca perca o contato com os mais velhos. Mesmo se você colocar seus pais em uma casa de repouso, tente participar da vida deles o máximo possível;
  3. Nunca deixe os idosos viverem com alguém que tenha um histórico de violência e abuso;
  4. Tenha ciência do círculo de comunicação de seus parentes mais velhos. Algumas pessoas podem manipulá-las para conseguir dinheiro ou até mesmo alguma propriedade;
  5. Certifique-se de que os idosos sejam informados sobre possíveis golpes por e-mail, internet ou telefone.

Pessoas mais velhas raramente conseguem se proteger. É importante conhecer os sinais de abuso contra idosos para ajudá-losAsier Romero / Shutterstock.com

Caso você considere que não tem condições de cuidar sozinho dos mais velhos, procure pessoas de confiança para fornecer ajuda adicional ou outras opções, incluindo lares de idosos ou instalações de vida assistida. Quando nos sentimos mais sobrecarregados, aumentam as chances de nos tornarmos perpetradores de abuso contra os idosos. Você também pode considerar um grupo de apoio ou terapia solo para ajudá-lo a cuidar dos seus entes queridos. Você nunca deve colocar sua saúde em risco. Lembre-se, existem pessoas que podem ajudar você e seus parentes mais velhos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Pai flagra abuso contra a própria filha e acende um sinal de alerta! Qual é a atitude correta ao suspeitar que uma criança está sofrendo abuso?