Queriam envergonhá-la por amamentar aos 44 anos, mas sua resposta deixou todos sem fôlego

Uma bela resposta a uma crítica sobre amamentação

Stefania Giraldi, mãe e autora de um popular blog de maternidade Mama's Word (palavra de mãe), é uma grande defensora da amamentação. É por isso que, quando ela ouve alguém fazendo comentários depreciativos sobre mães que amamentam, é simplesmente impossível ela ficar quieta.

Em uma ocasião, Stefania estava sentada na sala de espera de um consultório médico, quando ouviu duas mulheres falando sobre uma mãe de 42 anos que amamentava seu bebê. Segundo os faladores, nessa idade ela era velha demais para amamentar um bebê, pois seu leite seria ruim e a criança ficaria melhor sendo alimentada com fórmulas prontas. 

Naquele momento, Stefania ficou furiosa, mas permaneceu em silêncio. No entanto, alguns minutos depois, sua filha de três anos precisou ser amamentada, um ato que chamou a atenção das duas mulheres. Foi então que esta mãe teve a oportunidade de lhes dizer algo: 

A propósito, tenho 44 anos, 45 no próximo mês de junho e meu leite é perfeito. 

  

Claro, as mulheres ficaram atordoadas e Stefania decidiu compartilhar a história com seus leitores. Na seção de comentários, as pessoas elogiaram a mãe e compartilharam suas próprias histórias: 

Tenho 42 anos e atualmente estou alimentando minha terceira filha. Ela foi amamentada exclusivamente (como meus outros dois) e está saudável, então não há nada de errado com o meu leite. Continuaremos até que acabe. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Após avalanche de críticas, autor de “O Outro Lado do Paraíso" admite erro e muda o capítulo para corrigir incentivo à amamentação cruzada

Entre as mães que comentaram, havia algumas que eram mais velhas que a própria Stefania: 

Eu vou completar 47 anos em alguns meses e estou amamentando meu quarto filho que completou 2 anos nesta semana (a ignorância de algumas pessoas pode ser muito engraçada). 

Durante anos, essa mãe compartilhou suas experiências neste blog, onde já tem mais de 24 mil inscritos. Seu objetivo é ajudar outras mães a se capacitarem e trocarem suas ideias acerca de maternidade.

Como a amamentação beneficia as mães? 

Sabemos há algum tempo que a amamentação é boa para as crianças. Os bebês alimentados com leite materno têm um risco menor de desenvolver certos problemas de saúde no futuro, como alergias, doença celíaca, obesidade e diabetes. Até mesmo a Organização Mundial de Saúde apoia o aleitamento materno. 

A amamentação exclusiva é recomendada até os 6 meses de idade, seguindo com amamentação contínua e alimentos complementares apropriados até os dois anos de idade ou mais. 

Queriam envergonhá-la por amamentar aos 44 anos, mas sua resposta deixou todos sem fôlegoHTeam / Shutterstock.com

Esta formulação não especifica em que idade da mãe e do bebê a amamentação deve ser interrompida. No entanto, muitos especialistas argumentam que depende apenas das mães decidirem quando parar. 

Além disso, a amamentação parece reduzir o risco de hipertensão nas mães, de acordo com um estudo publicado no American Journal of Hypertension. O estudo descobriu que, quanto mais tempo e mais crianças uma mulher amamenta, menor o risco de pressão alta. 

De acordo com essa informação, a amamentação é uma prática benéfica para bebês e suas mães, independentemente da idade. Então, por que a sociedade insiste em criticá-las? 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Desidratação em bebês: Mulher faz apelo a todas as mães sobre os riscos fatais de uma amamentação incompleta