Como se livrar de vermes intestinais? 9 remédios caseiros simples e eficazes para experimentar

Saúde e Estilo de Vida

June 11, 2018 17:13 By Fabiosa

Muitas pessoas têm vermes intestinais sem saber. Os parasitas podem existir no intestino de alguém e não produzir nenhum sintoma. Caso os sintomas estejam presentes, podem incluir os seguintes:

  • dor de barriga;
  • diarreia, náusea e vômito;
  • inchaço e gases;
  • cansaço persistente;
  • perda de peso não intencional.

Vermes intestinais são tratados com um tipo de medicamento chamado anti-helmínticos. Se você está sendo tratado para vermes intestinais, há também alguns remédios caseiros naturais para serem adicionados ao seu tratamento principal. Eles podem ajudar você a se recuperar mais rapidamente e obter alívio dos sintomas causados pelos parasitas.

9 remédios caseiros naturais para se livrar de vermes intestinais

Aqui estão alguns remédios caseiros para usar em conjunto com os anti-helmínticos:

1. Semente de abóbora

Um remédio popular na Europa Oriental e em outros lugares, a semente de abóbora contém uma poderosa substância de combate aos parasitas chamada cucurbitacina. Consuma cerca de uma xícara de semente de abóbora sem casca diariamente até que esteja livre dos vermes. Você pode ingeri-las puras ou adicioná-las a vitaminas, saladas ou torradas.

2. Alho

Você provavelmente já ouviu falar que o alho tem propriedades antibacterianas e antifúngicas, mas ele também pode agir como um anti-helmíntico natural. É mais benéfico em sua forma crua, por isso é recomendável comer vários dentes de alho cru diariamente até se recuperar da infecção.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Pesquisas demonstram que um intestino saudável pode evitar ataques do coração e até câncer

3. Neem

O neem, também conhecida como lilás-indiano, é um remédio popular na Índia. Um de seus vários usos é o tratamento de infecções parasitárias intestinais. Aqui está a maneira mais conveniente de usá-lo:

  • adicione 1 colher de chá de pó de folhas secas de neem a um copo de leite morno;
  • beba a mistura duas vezes por dia durante uma semana.

Nota: este remédio não é recomendado para mulheres grávidas e lactantes.

4. Coco

O coco em suas várias formas pode ajudar você a se livrar de parasitas intestinais mais rapidamente. Beber um pouco de água de coco pela manhã, comer uma colher de sopa de coco fresco ralado ou algumas colheres de óleo de coco extra virgem durante o dia pode funcionar. Escolha a que for mais conveniente para você e use esse remédio diariamente para obter melhores resultados.

5. Cenouras

Você já sabe que as cenouras são boas para sua saúde, mas você sabia que esse humilde vegetal também pode ajudar a eliminar vermes intestinais? As cenouras contêm muito betacaroteno (uma provitamina A) e uma quantidade razoável de vitamina C. Ambas vitaminas suportam o sistema imunológico e tornam o intestino um ambiente hostil para vermes intestinais.

6. Mamão verde

O mamão verde é rico em papaína, uma enzima que combate os parasitas. Você pode adicionar um pouco de mamão verde cru ao seu café da manhã ou beber o suco puro da fruta verde para ajudar seu corpo a se livrar dos parasitas intestinais.

7. Açafrão

O açafrão parece estar na lista de remédios caseiros para tudo, não é mesmo? O suco fresco da raiz de açafrão ou açafrão em pó pode ajudar a limpar seu intestino dos vermes.

8. Romã

Tanto as folhas quanto o próprio fruto da romã contêm uma substância chamada punicina, que é eficaz no combate a infecções parasitárias intestinais. Consuma uma romã diariamente para obter o benefício.

9. Cravo-da-índia

Eles não apenas têm um cheiro ótimo, como também podem ajudar no tratamento de parasitas intestinais. Veja como usar o cravo-da-índia:

  • misture 1 colher de chá de cravo-da-índia em pó em uma xícara de água quente;
  • cubra o copo com um pires e deixe o líquido descansar por 10 a 20 minutos;
  • beba a infusão 3 vezes ao dia ao longo de uma semana.

Fonte: Organic Facts, Top 10 Home Remedies, Dr. Axe

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Pode parecer muito estranho, mas o intestino é considerado o nosso segundo cérebro


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.