Croata fez cirurgias plásticas durante 25 anos para parar de envelhecer e ter 47 anos para sempre

Notícias

August 21, 2018 16:54 By Fabiosa

Neven Ciganovic teve a primeira alteração no corpo aos 22 e nunca mais olhou para trás desde então. Agora com 47, ele vem fazendo ajustes no corpo por todos estes 25 anos!

 

A post shared by Neven Ciganovic (@nevencigi) on

Jovem para sempre

Ele fez disto sua missão, de nunca envelhecer mais que 47 anos. Ele falou para a Barcroft TV:

I just want to stop this aging.

Eu quero apenas parar de envelhecer.

Seu medo de ficar velho tem algo a ver com o que a Folha informativa sobre envelhecimento nos EUA define como um dos possíveis desafios que vem com a idade a chance de ganhar peso? Ele não diz.

Mas sua história começou com a obsessão com seu peso quando era criança. No início, ele tentou emagrecer e acabou se tornando bulímico. Lá por 1992, quando o preenchimento labial estava na moda, ele imediatamente comprou a promessa de perfeição.

 

A post shared by Neven Ciganovic (@nevencigi) on

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Umbilicoplastia: modificação do umbigo é nova febre do mundo das cirurgias plásticas

Depois dos primeiros preenchimentos labiais, ele ficou encantado. Ciganovic mexeu nas maçãs do rosto duas vezes, além de três plásticas no nariz entre outras coisas.

Ele não está sozinho

Conhecido pelas redes sociais como um 'It Boy' na Croácia, parece que sua devoção pela cirurgia plástica valeu a pena.

 

A post shared by Neven Ciganovic (@nevencigi) on

E como Ciganovic, de acordo com esta pesquisa, a maior parte dos homens não se opõe de jeito nenhum à cirurgia plástica. Um rapaz de 22 anos afirmou:

I don't think there's a problem with men having plastic surgery. People are more accepting these days.

Eu não acho que exista um problema dos homens com a cirurgia plástica. As pessoas estão mais abertas hoje em dia.

 

A post shared by Neven Ciganovic (@nevencigi) on

Então, eis a situação. Ciganovic definitivamente não está sozinho. O que você acha? 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ken Humano relata ter medo de vir ao Brasil. “Eu temo pelo minha vida”