Tudo o que você ouviu sobre antioxidantes não é verdade e aqui está a razão!

Saúde e Estilo de Vida

July 18, 2017 16:31 By Fabiosa

Aqui estão algumas verdades e alguns mitos mais comuns sobre os antioxidantes!

Mito: Todos os antioxidantes são igualmente bons para você.

Verdade: Os antioxidantes são substâncias naturais ou produzidas pelo homem. Eles são vitaminas, minerais e fitonutrientes. Cada um deles tem sua própria estrutura e é por isso que eles são bastante eficazes no combate de certos tipos de radicais livres.

Os vegetais e as frutas são ricos em antioxidantes. Você não encontrará uma única fruta rica em apenas um tipo de antioxidante.

Mito: Quanto mais antioxidantes, melhor.

Verdade: 'Mais' não significa melhor de jeito nenhum. A chave é equilibrar os níveis de radicais livres em seu corpo. Sendo assim, você precisa consumir a quantidade correta de antioxidantes. Você não pode ter uma "overdose" de antioxidantes ingerindo vários legumes, mas a falta de certos alimentos pode afetar a qualidade do esmalte do seu dente.

No entanto, quando se trata de aditivos alimentares, o uso excessivo pode ser prejudicial. O beta-caroteno, por exemplo, pode levar à morte prematura.

Mito: Os antioxidantes influenciam no seu tempo de vida.

Verdade: Bom, o excesso de vitaminas sintéticas A, E e beta-caroteno aumenta a taxa de mortalidade. Pequenas doses de certos antioxidantes não são eficazes e estimulam o crescimento das células cancerosas, de acordo com o Jornal da Faculdade Americana de Nutrição.

Apenas uma ração que inclua todos os grupos de alimentos teria sucesso em proteger as suas células dos danos provocados pelos radicais livres e diminuir o risco de desenvolver doenças crônicas, como a aterosclerose, doenças neurodegenerativas, etc.

Mito: Alimentos ou aditivos alimentares?

Verdade: Os antioxidantes absorvem melhor com alimentos do que os aditivos. Além disso, os aditivos alimentares antioxidantes podem não ser seguros por causa do excesso dos componentes ativos. O alto nível tóxico dos aditivos. O organismo pensa nas doses excessivas de antioxidantes como produtos químicos externos. A maioria dos aditivos não são alimentos!

Como resultado, o corpo humano pode obter benefícios de alguns antioxidantes. Porém, eles devem vir com a quantidade certa, alimentos orgânicos, etc.

Autora: Plakhotniuk Elena, consultora em nutrição