Sintomas de esclerose múltipla que todos deveriam conhecer

Sintomas de esclerose múltipla que todos deveriam conhecer

Saúde e Estilo de Vida

August 8, 2017 12:01 By Fabiosa

A esclerose múltipla é uma doença incrivelmente complicada que potencialmente pode deixar uma pessoa bastante debilitada. Então, hoje iremos descobrir mais sobre essa doença, pois é melhor prevenir do que remediar!

O que é esclerose múltipla? É um grave distúrbio autoimune que ocorre quando o corpo começa a combater suas próprias partes que são cruciais para a nossa saúde. Na esclerose múltipla, o sistema imunológico começa a atacar a camada protetora dos nervos e, como resultado, eles se danificam progressivamente. Esta condição leva a problemas com a comunicação entre o cérebro e o corpo.

Ralwel//Shutterstock.com

A esclerose múltipla ainda é uma doença pouco estudada, porque não sabemos ainda como curá-la. Sinais de esclerose múltipla podem ser imprevisíveis e muito diferentes dependendo do estágio da doença e dos nervos danificados.

Algumas pessoas com esclerose múltipla não conseguem viver sem o suporte de outros, ao mesmo tempo que algumas têm remissões sem sintomas graves.

Infelizmente, os médicos não têm uma cura eficaz para esta doença, mas os tratamentos ajudam a se recuperar dos ataques, lidar com os sintomas desagradáveis e, em alguns casos, impedem o agravamento da condição. Portanto, é muito importante identificar esta condição a tempo de começar o tratamento.

Você nunca deve ignorar os sintomas da esclerose múltipla. Eles incluem:

  • Fraqueza ou dormência nos braços ou nas pernas, geralmente acontece em um lado do corpo;
  • Problemas de visão com perda parcial ou total;
  • Visão dupla que se prolonga por um longo período de tempo;
  • Dor em diferentes partes do corpo;
  • Fadiga e tonturas;
  • Problemas com o funcionamento da bexiga;
  • Sensações de choque que ocorrem após alguns movimentos do pescoço;
  • Problemas de coordenação e andar instável;
  • Dificuldade com a fala.

Se você ou seus entes queridos experimentarem algum desses sintomas, consulte o seu médico o mais rápido possível.

Existem alguns fatores que podem aumentar seu risco de desenvolver esclerose múltipla. Eles incluem:

  • Idade: pessoas entre 15 e 60 anos desenvolvem esclerose múltipla com mais frequência do que outras;
  • Gênero: se você é mulher, seu risco é maior;
  • Histórico familiar: se você tem parentes que sofrem dessa condição, você corre alto risco;
  • Alguns distúrbios autoimunes também aumentam ligeiramente o risco;
  • Se você fuma, você também está mais vulnerável a esta doença.

Stock-Asso//Shutterstock.com

A melhor proteção contra a esclerose múltipla é visitar seu médico caso você perceba algo incomum no seu corpo. Não hesite - o diagnóstico e o tratamento adequados podem fazer toda diferença.

Esta publicação é apenas para fins informativos. Não se destina a fornecer conselhos médicos. O WIKR não se responsabiliza por quaisquer possíveis consequências de qualquer tratamento, procedimento, exercício, alteração na alimentação, ação ou aplicação de medicação que resulte da leitura da informação contida nesta publicação. Antes de realizar qualquer tipo de tratamento, o leitor deve consultar seu médico ou outro profissional de saúde.