"Fui ameaçado de morte", revelou André Gonçalves ao lembr

CELEBRIDADES

"Fui ameaçado de morte", revelou André Gonçalves ao lembrar de seu personagem gay, o Sandrinho de "A Próxima Vítima"

Date 26 de abril de 2018

Depois de anos na Globo, onde fez parte do elenco de Ferida Ferida (1993), Senhora do Destino (2004) e Alma Gêmea (2005) e outros sucessos, ele muda de emissora e prepara-se agora para interpretar Barrabás, em Jesus, a próxima novela da Record TV.

O artista, que atua desde os 12 anos de idade, esteve no Programa do Porchat para falar sobre o novo papel e fez algumas revelações ao relembrar personagens de destaque da sua carreira.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Após quase 30 anos na Globo, André Gonçalves troca de casa e fecha contrato com a Rede Record

André contou que enfrentou maus bocados na época em que fez o homossexual Sandrinho, da antiga A Próxima Vítima (1995). Ele chegou a ser perseguido na rua por pessoas que não aceitavam a orientação sexual do personagem, tomou ovada e até apanhou na rua. E acrescenta: "Não foi só esse episódio, tive de andar de segurança por três meses, fui ameaçado de morte, perseguido por um grupo do bairro que eu morava".

O ator também citou o Áureo, interpretado por ele em 2011, na novela Morde e Assopra (2011) e explicou a importância de ambos os papéis: "São personagens incríveis que ajudaram a desmistificar esses dilemas, a abrir a cabeça das pessoas, apesar de a gente ter retrocedido bastante em termos de violência contra a liberdade do outro".

Ao ser questionado se não tem medo de apanhar na rua mais uma vez, agora que fará um vilão, ele afirma: "Eu não tenho medo de absolutamente nada, digamos assim. Eu gosto dessa provocação. É instigante para nós artistas e atores. Quando faço teatro, tenho sempre essa busca de fazer com que as peças que eu faço modifiquem as pessoas de alguma maneira".

Nascido na periferia do Rio de Janeiro, o artista também lembrou das dificuldades que passou quando era criança: "Lembro de passar um tempo em uma casa de um tio meu que era de papelão, de madeira. Por isso sou muito grato a tudo que conquistei".

Quem vê o jeito sereno de levar a vida, não imagina os absurdos que André já viu antes de mudar de vida: "Já saí de manhã e vi milhares de corpos espalhados no chão, uma chacina. A gente está desgovernado". De acordo com ele, a solução está na arte e no esporte. "Foi isso que me tirou da rua, desse universo violento: ter outra perspectiva", concluiu o ator.

André é casado, desde 2016, com Danielle Winits e voltará a ser visto na TV em agosto.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Traiu ou não traiu? Casado com Danielle Winits, André Gonçalves é flagrado em clima de romance com morena em bar no RJ