Após perder a mãe, a diva Tônia Carrero, o ator Cecil Thiré demonstrou piora em seu estado de saúde. Ele luta contra o Mal de Parkinson

Saúde e Estilo de Vida

March 13, 2018 15:51 By Fabiosa

No dia 03 de março o Brasil perdia uma diva da televisão brasileira. Aos 95 anos, a atriz Tônia Carrero não resistiu a uma parada cardíaca e vinha lutando contra uma doença chamada hidrocefalia oculta, congênita, que também foi diagnosticada em sua mãe, Zilda Portocarreiro.

Seu filho, o ator Cecil Thiré, que já tinha sido diagnosticado com Mal de Parkinson, ficou muito abalado com a perda da mãe.  Ele chegou ao velório de cadeiras de rodas e era visível o sofrimento do ator.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O último adeus a Tônia Carrero! Famosos homenageiam a grande dama da TV, teatro e cinema brasileiro

Um dia após a despedida de sua mãe, Cecil Thiré passou em consulta com seu neurologista, o mesmo que cuidava de sua mãe, que após examiná-lo disse que o estado de saúde do ator havia melhorado, mas depois acabou se agravando.

Os familiares demonstram preocupação com o estado do ator, que após esse trauma, apresentou avanço nos sintomas da doença.

Segundo os familiares, ele parou de andar e em alguns momentos do dia não consegue falar direito e o primo explicou que, de acordo com os médicos, os pacientes com Mal de Parkinson acabam piorando diante de forte estresse emocional.

Ele sempre defendeu que a mãe não sofria a mesma doença que ele, porque mesmo perdendo a capacidade de andar e de falar, Tônia Carrero se manteve lúcida até o final de sua vida.

O ator era o único filho da atriz e hoje ele está com 74 anos. Ele ficou famoso após atuar em novelas de grande audiência como “Roda de Fogo”, “Top Model”, “A Próxima Vítima” e “Vidas Opostas”. Seu último trabalho foi em “Máscaras”, em 2012.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Pergunta de 100 anos sobre o mal de Parkinson é finalmente respondida