Semana da mulher: 9 mulheres fortes que marcaram as novelas brasileiras

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Semana da mulher: 9 mulheres fortes que marcaram as novelas brasileiras

Date March 8, 2018 15:45

Hoje celebramos o Dia Internacional da Mulher, uma data muito importante por diversos motivos e é conveniente que nós lembremos que algumas personagens mulheres foram totalmente importantes e marcaram gerações, afinal de contas, a arte imita a vida e a personalidade delas foi eternizada.

Veja abaixo um compilado com 9 personagens mulheres que marcaram época:

Viúva Porcina (1985)

Reprodução / GShow

A novela "Roque Santeiro" revolucionou muito o cenário das novelas brasileiras na metade da década de 80. Regina Duarte sugou toda a atenção para si e seria difícil entender como a viúva Porcina, uma perua esnobe que ostentava suas posse, acabou conquistando o Brasil quase todo.

A personagem era muito bem resolvida, dona de si, sabia bem o que queria e sua personalidade a fazia ser amada ou odiada na pequena cidade de Asa Branca. A viúva que "foi sem nunca ter sido" era o amor do homem mais perigoso da cidade e conseguiu sobrepor sua personalidade à dele, sendo bem mais respeitada que ele em muitos momentos.

Charlô (1983)

Reprodução / GShow

A "Guerra dos Sexos" não seria a mesma se não fosse Fernanda Montenegro e seu papel como Charlô não estivesse no elenco. Ela batia de frente com o detestável primo Otávio e, sendo a mulher exigente e com a visão do futuro que necessitava ter para controlar a loja de departamentos que ganharam numa herança, se mostrava decidida, moderna e ardilosa. A comédia envolvida não tira o brilho da personagem, tanto que ela é lembrada até hoje.

Tieta (1989)

Reprodução / GShow

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Máscaras caseiras para o rosto estão conquistando a confiança e a preferência das mulheres

Betty Faria com certeza viveu uma das personagens mais impactantes dos últimos 40 anos da história da TV. Tieta era uma mulher tão grande que a cidade não a aguentou e foi mandada embora de Santana do Agreste com 18 anos de idade.

Aos 38 ela voltou, mostrando-se uma mulher muito mais forte e, com interesse em se vingar de toda uma cidade hipócrita, vira a pequena Santana do Agreste de pernas para o ar.

Odete Roitman (1988)

Reprodução / GShow

Beatriz Segall viveu uma das vilãs mais icônicas da TV. Mesmo que você nunca venha a saber nada sobre a novela "Vale Tudo", reconhecerá Odete Roitman. Ela foi um poço de arrogância, autoritária ao extremo e detestava o nosso Brasil. Ela era daquelas pessoas que nós sabemos que falaria uma barbaridade sem tamanho, mas mesmo assim queríamos ver até que ponto ela iria.

Lola (1977)

Evandro Antunes / Youtube

"Éramos Seis" trouxe uma Nicete Bruno sofrida, amável e preocupada com a felicidade das pessoas mais importantes de sua vida que eram o marido e seus 4 filhos. A trama seguiu a vida e história da personagem e cativou a audiência.

Malu (1979)

cafesimoneafins / Youtube

Mais uma vez Regina Duarte, a namoradinha do Brasil, fez história ao interpretar Malu Mulher, uma mulher forte, que precisava criar uma filha adolescente sozinha, após uma separação difícil, mas mesmo com todas as dificuldades, ela diz não ao fracasso e à desistência.

Zelda Scott (1985)

Reprodução / GShow

Armação Ilimitada apresentou ao público uma Andréa Beltrão moderna, sendo a repórter mais talentosa do periódico Correio do Crepúsculo. Com presença de espírito e personalidade forte, Zelda mostra força nos ideais do feminismo e deixa os marmanjos Juba e Lula malucos.

Vani (2001)

Fernanda & Alexandre by Rui & Vani / Youtube

Os Normais traziam uma relação muito divertida entre Luis Fernandes Guimarães na pele de Rui e sua noiva Vani, interpretada pela irreverente, inteligente e sagaz Fernanda Torres.

Vani se mostra uma mulher muito mais inteligente e moderna que seu noivo, Rui, aceitando de bom grado as excentricidades do companheiro justamente por ter uma personalidade mais determinada e mais fibra que ele.

Tereza Batista (1992)

ialucaslove / Youtube

Patrícia França viveu uma mulher tão guerreira quanto tantas outras brasileiras e com uma força de viver que não é difícil de vermos ao procurarmos bem ao nosso redor. Tereza Batista é uma romântica e uma lutadora que foi injustiçada, humilhada, presa, vendida, violentada e tantos males que uma mulher nunca deveria viver e, mesmo assim, dá a volta por cima e tira forças de onde ninguém imaginaria para ser feliz e amar.

Gostou das personalidades? Lembrou de alguma que deveria estar presente nessa lista? Dê a sua opinião nos comentários e nos diga quem faltou!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mulheres compram empresa de ex-produtor de Hollywood acusado de assediar mais de 70 colegas de trabalho